07 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Greve

Policiais Federais programam para esta terça-feira dia nacional de paralisação

Reprodução
Cassems
Depois do protesto simbólico realizado na ultima sexta-feira, quando perduraram as algemadas em frente da Superintendência Regional, agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal programam para próxima terça-feira um dia nacional de paralisação. Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Federais de Mato Grosso do Sul, Jorge Luiz Caldas, a categoria reivindica a reetruturação salarial da carreira dos agentes, escrivães e dos papiloscopistas policiais. Estes cargos com atribuições de nível superior desde 1996, mas até hoje os policiais recebem subsídios de nível médio. Além disso, o salário não sofreu reajuste nos últimos sete anos. O movimento também pede melhores condições de trabalho e infraestrutura. “As delegacias de fronteira estão sucateadas. Em Corumbá, Ponta Porã e Naviraí a situação é crítica”. Jones Leal, que preside a Federação dos Policiais, devido às más condições de trabalho e às perdas salariais, a Polícia Federal se tornou um “trampolim” para outras carreiras e perdeu a capacidade de fixar os concursados. “Hoje, gasta-se cerca de R$ 100 mil para formar um policial e, em três ou quarto anos, ele deixa o órgão em busca de melhores condições”, comenta.
 
Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE