04 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CATIVEIRO

PMA prende e autua assentado em R$ 5 mil por criar anta e por posse de arma

A pena para o primeiro crime é de seis meses a um ano de prisão e da posse de arma de um a três anos de detenção

4 julho 2016 - 11h18DA REDAÇÃO COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA
PMA recolhe animal e arma de assentado
PMA recolhe animal e arma de assentado - Divulgação/PMA
Cassems

Policiais militares ambientais de Batayporã realizaram fiscalização na área rural do município de Nova Andradina e autuaram um assentado por crime contra a fauna e por posse ilegal de arma, no assentamento Tejim. Os policiais verificaram que o morador do lote 604, de 49 anos, criava um filhote de animal silvestre da espécie (Tapirus terrestris) anta, em um chiqueiro nos fundos do lote, sem autorização do órgão ambiental. 

O infrator afirmou que possuía o animal há duas semanas. Enquanto se movimentavam para recolher o bicho, os policiais avistaram pela janela uma espingarda em um quarto da residência do infrator. Ele afirmou que não possuía documentação da arma e a entregou. A anta, que consta da lista de espécie em extinção e a arma foram apreendidas. 

O infrator recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o animal e a arma apreendidos, à delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina, onde ele foi autuado em flagrante por manter animal silvestre em cativeiro ilegalmente e posse ilegal de arma.  

A pena para o primeiro crime é de seis meses a um ano de prisão e da posse de arma de um a três anos de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 5 mil pela posse do animal.

Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE