29 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Comércio

Pesquisa aponta que brasileiros são favoráveis

Fort  Atacadista - 21 ANOS

  A pesquisa dá força às farmácias na briga contra a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para vender de ração a DVD e aponta que mais de 50% dos entrevistados são favoráveis à diversificação do mix de produtos.
O impasse teve início em agosto, quando a Anvisa publicou resolução e instruções normativas que proibiam comércio de não medicamentos nas redes de farmácias e drogarias.

  De acordo com Altair Ferreira, aposentado, 73 anos, não existe problema em se vender conveniência nas drogarias, “eu acho uma facilidade para a vida dos idosos, nós não temos tanta disponibilidade para se deslocar até o supermercado, assim, quando vou comprar meus remédios, já compro o que vou precisar para minha casa”, ressalta Altair.
Na pesquisa a população brasileira aponta a comodidade e a praticidade como fatores que influenciaram na decisão favorável a venda de produtos diversificados em Drogarias.

  Rufino Toralhes, 27 anos, micro empresário, é a favor da venda de conveniências nas farmácias. “É pratico e dá conforto ao consumidor, se estou na farmácia, já compro tudo que preciso, não preciso passar em outro lugar”, afirma o empresário. Em sua opinião não vê perigo nenhum em deixar remédios ao alcance do cliente, “todos nós temos discernimento do que podemos ou não tomar, ninguém compra remédio sem saber, alem disso em todas as farmácias sempre tem um atendente para nos ajudar”, ressalta Toralhes.

Banner Whatsapp Desktop
MS Digital
Annelies