30 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
GERAL

Penitenciária de Dourados poderá ter polo da faculdade de Pedagogia da UFGD

O polo poderá ser implantado na penitenciária estadual de Dourados, através do sistema Universidade Aberta do Brasil.

25 novembro 2015 - 17h04DA REDAÇÃO
Um avaliador da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), órgão vinculado ao Ministério de Educação e Cultura, visitou esta semana o presídio
Um avaliador da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), órgão vinculado ao Ministério de Educação e Cultura, visitou esta semana o presídio - UFGD
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Um polo da faculdade de Pedagogia da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) poderá ser implantado na Penitenciária Estadual de Dourados, através do Sistema Universidade Aberta do Brasil. Um avaliador da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), órgão vinculado ao Ministério de Educação e Cultura, visitou esta semana o presídio, por conta da possibilidade de implantação, resultado de uma conjugação de esforços entre a universidade e a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), com apoio do Judiciário e Ministério Público.

Além do polo de Dourados, a Agepen estuda junto à UFGD a implantação de vários outros polos em suas maiores unidades prisionais, como Campo Grande, Três Lagoas, Corumbá, Dois Irmãos do Buriti, Naviraí e Ponta Porã, num esforço do Governo do Estado, por meio Secretarias de Justiça e Segurança Pública e de Educação, com o objetivo de devolver à sociedade maior percentual de pessoas que não tornem a delinquir.

A avaliação da CAPES faz parte de um processo iniciado em julho de 2014 para a institucionalização do polo pelas duas instituições (UFGD e Agepen), com apoio do juiz da Vara de Execuções Penais de Dourados, César de Souza Lima, e do promotor de Justiça da Execução Penal da referida comarca, Juliano Albuquerque.

Durante visita, o avaliador Rodrigo Fernando Shimazu – que esteve na unidade prisional acompanhado pela Coordenadora de EaD na UFGD, professora Elizabeth Matos Rocha –  se reuniu com o diretor da PED, José Nelson Amaral de Oliveira, com a assessora da Diretoria de Assistência Penitenciária da Agepen, Marinês Conte Providel Savoia, e com o promotor Juliano Albuquerque. Também estiveram presentes ao encontro o diretor-adjunto da penitenciária, Rangel Schveiger, a psicóloga Josikelli Souza Andrade (indicada como coordenadora do curso); o agente penitenciário Renato Wachmann Campanholli, o técnico em informática Giovani Bonadio Lopes e a professora Janete de Melo Nantes.

Para que o polo na Penitenciária de Dourados se torne realidade e inicie seu funcionamento a partir de 2017, a direção geral da Agepen assinou uma série de documentos e o “Termo de Compromisso de mantenedor do polo de apoio presencial sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB)”, que estão sendo entregues à UFGD para encaminhamento à CAPES.

Na opinião do diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, há um tripé muito importante na ressocialização dos custodiados sendo um deles a educação, ao lado do trabalho e da capacitação profissional.

Segundo Stropa, tem sido determinante o apoio que a unidade de Dourados tem recebido do juiz e do promotor de Justiça da Execução Penal. “O que demonstra a grande preocupação do Tribunal de Justiça e do Ministério Público de nosso Estado com tais questões”, destaca o dirigente.

Para a Reitora da UFGD, professora Liane Maria Calarge, estimular projetos como esse, envolvendo o Poder Público Estadual, demonstra a sintonia que existe entre a universidade e os vários setores da sociedade e amplia as inúmeras conquistas e prestação de serviços educacionais da instituição.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms