22 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saúde

OUÇA: Lei que veta caligrafia ilegível de médico em receitas ainda não é cumprida no Estado

21 outubro 2009 - 14h58
Fort  Atacadista - 21 ANOS

   A informação é da deputada Celina Jallad. A vendedora de 35 anos relata que ao ser atendida pelo médico clínico geral no posto de saúde do Bairro das Moreninhas, ela não pode prosseguir com o atendimento de uma cirurgia no dedo por que a atendente não conseguiu ler o que estava escrito com a caligrafia do médico.

  Celina Jallad, autora do projeto de lei que prevê que as receitas médias e os pedidos de exames devem ser digitados para evitar casos como o da vendedora Macia se impressionou com a falta de interesse do médico.

  A deputada relembra que não é permitido que o médico emita a receita média sem ser pelo computador. A lei de 29 de dezembro de 2008 prevê punições. Celina Jallad garante que a assessoria jurídica vai buscar alternativas para o cumprimento da lei. Escute a notícia da Rádio Transamérica Hits 99,1 FM Mhz.

OUÇA:

Banner Whatsapp Desktop
AL MS
Annelies