22 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
INTERNACIONAL

Orçamento de Trump prevê cortes drásticos em assistência

22 maio 2017 - 23h57

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai propor hoje uma plano que, segundo o republicano, deve equilibrar o Orçamento em uma década, com base em um crescimento econômico significativamente mais acelerado, cortes de impostos e em programas governamentais de assistência.

Programas que podem sofrer cortes drásticos incluem o Medicaid, vales-refeição, benefícios de invalidez, bem-estar social e empréstimos estudantis. A Casa Branca diz que os cortes de impostos planejados podem gerar mais receita para o governo em vez de reduzi-la.

Agora, a proposta orçamentária de Trump vai ao Congresso, que deve decidir se aprova ou não o projeto. É certo que a proposta enfrentará obstáculos no Capitólio, apesar do controle republicano, dadas as facções competidoras dentro do próprio partido, além da oposição democrata.

O orçamento cortaria os gastos gerais em US$ 4,5 trilhões em uma década. Esses cortes mais que compensariam um impulso de curto prazo no financiamento ao exército, US$ 200 bilhões em investimento em infraestrutura e US$ 19 bilhões em um novo programa de licença parental.

Entre as reduções, o orçamento do presidente propõe uma economia de US$ 250 bilhões ao longo de uma década através da revogação e substituição da lei de tratamento acessível (Affordable Cate Act), que leva a assinatura do ex-presidente Barack Obama. Fonte: Dow Jones Newswires.

Banner Whatsapp Desktop