21 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Empreendimento

Obras do Shopping Norte-Sul começam e primeira fase fica pronta em setembro

Segundo o engenheiro do projeto, Jorge Had, só no último dia 23 a empresa conseguiu obter todos os l
Segundo o engenheiro do projeto, Jorge Had, só no último dia 23 a empresa conseguiu obter todos os l - DIVULGAÇÃO
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Só agora, sete meses depois da cerimônia de lançamento da obra, o grupo empresarial controlador do Shopping Norte Sul - projetado para a área da obra inacabada do Parque do Produtor- obteve todas as licenças ambientais necessárias e o alvará para o início da construção.

No próximo dia 29 acontece outra solenidade de lançamento das obras. A primeira ocorreu em junho durante a campanha eleitoral. Segundo o engenheiro responsável pelo projeto, Jorge Had, só no último dia 23 de dezembro a empresa conseguiu obter todos os licenciamentos. A previsão é que até setembro seja entregue a primeira etapa da construção. Até novembro 2010 o projeto está concluído. 

Esta primeira fase do shopping abrigará uma loja do Supermercado Comper, uma do Bigolin, uma do Meio Preço Calçados e mais quarenta outras lojas com sede em Campo Grande. Em uma segunda fase, lojas dos grandes magazines do país também estarão presentes no empreendimento. 

O Shopping Norte-Sul fica localizado na avenida Ernesto Geisel, próximo ao cruzamento com a avenida Salgado Filho. Inicialmente, no local funcionaria o Parque do Produtor, um espaço para que pequenos agricultores comercializassem seus produtos. Mas a idéia não prosperou, e várias destinações foram anunciadas por governos anteriores.. Em fevereiro do ano passado a empreiteira Hannah, Engenharia e Construtora pagou R$ 14 milhões, duas parcelas de R$ 2 milhões e o restante em parcelas de R$ 1,2 milhão. O governador comemorou o resultado. Ele garantiu que foi o metro quadrado mais caro vendido em Campo Grande. 

Desde a semana passada a movimentação de operários na área - onde operários trabalham na limpeza e remoção de entulhos - tem despertado a curiosidade de quem mora na região. Dona Aidê Deufra Ribas, que mora há 34 anos no bairro Marcos Roberto, bem em frete ao futuro shopping, não resistiu ver a movimentação e foi com a vizinha verificar pessoalmente do quê se tratava.
“Desci lá e perguntei para o pessoal que estava trabalhando o que eles estavam fazendo. Eles me disseram que estão preparando para começar a levantar um prédio ao lado. Fiquei muito entusiasmada com a notícia. Vai ser a melhor coisa que já aconteceu aqui no bairro”, relata alegre. 

A vizinha de dona Aidê, Lucila de Oliveira, está esperançosa de que com a abertura do shopping a criminalidade do bairro diminua. “Neste terreno, quase de todos os meses a Polícia encontrava uma pessoa morta aqui. O prédio abandonado servia de esconderijo para marginais e abrigo para andarilhos”, conta revelando que até mesmo um de seus primos foi assassinado e teve o corpo escondido lá. “Agora as coisas vão mudar aqui”. 

Proprietária de um pequeno comércio em frente ao futuro shopping, Josefa Alves da Silva, chegou ao bairro há 42 anos. “Na época, nem luz e água tinha aqui. Isso demorou dez anos para chegar”, conta. Mesmo sendo testemunha dos atrasos e incertezas sobre o que seria feito do Parque do Produtor, ela disse que já sabia que a obra estaria em andamento. “Os vizinhos me disseram que até novembro sai”.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
PMCG