20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Justiça e Direito

OAB apóia campanha educativa de trânsito idealizada pelo Ministério Público e Detran

Santos Pereira: a idéia foi bem recebida
Santos Pereira: a idéia foi bem recebida - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

O desrespeito às leis de trânsito, principalmente, o excesso de velocidade, é apontado pelas autoridades como a principal causa de acidentes graves e, inclusive, fatais, em Campo Grande e nas demais cidades do estado.

Visando conscientizar condutores de veículos, principalmente os mais jovens, sobre os ricos decorrentes do excesso de velocidade em vias públicas, uma campanha será lançada nos próximos dias pela Federação de Automobilismo estadual (FAMS) que tem apoio da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS), através de seu presidente Fábio Trad, da Associação Sul-mato-grossense do Ministério Público (ASMMP), do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) e do Governo do Estado. Dentro de 15 dias, “outdoors” estarão sendo colocados nas ruas de Campo Grande visando incentivar os jovens a disputar os chamados “rachas” apenas em autódromos, com apoio da federação de automobilismo.

O idealizador da campanha é o promotor de justiça Rodrigo Stephanini, membro da ASMMP, que também integra a FAMS como piloto profissional. Sua proposta de incentivar os jovens condutores a dirigir com consciência e respeitando as leis de trânsito. E para aqueles que gostam de velocidade, a praticar apenas em locais seguros e adequados como o Autódromo de Campo Grande. A idéia foi bem recebida e conquistou de imediato a adesão do diretor-geral do Detran-MS, Carlos Henrique Santos Pereira.

“Nosso objetivo e conscientizar os condutores de veículos, principalmente os mais jovens, sobre os riscos decorrentes do excesso de velocidade em vias públicas. Outro objetivo da campanha é atrair jovens para o kartismo de competição, onde a adrenalina e a emoção da velocidade são alcançados com a segurança apropriada”, explica Stephanini.

Piloto há vários anos, o promotor explica que, pela pouca experiência de vida, os jovens têm uma sensação de invulnerabilidade e acreditam ter o controle absoluto dos veículos que conduzem, mesmo em alta velocidade. “É preciso alertá-los porque o primeiro acidente pode ser fatal e, neste caso, não haverá uma segunda chance”, defende. “Com a experiência conjunta de meu ofício e de muitos anos de kartista, saliento com veemência que é de extrema importância buscar conscientizar os jovens que o local apropriado para acelerar no limite são as pistas de corrida, onde existem áreas de escape, barreiras de pneus e maior segurança, sendo que os pilotos encontram-se devidamente aparelhados e protegidos”, acrescenta.

Conforme Rodrigo Stephanini, em geral, quem tem formação de piloto não abusa da velocidade em vias públicas, pois tem consciência dos riscos para si e para terceiros, já que podem ocorrer atropelamentos e colisões muitas vezes fatais. Atual campeão sul- mato-grossense de kart na categoria para pilotos com mais de 35 anos e vice campeão paulista na categoria Pro 500 Light, Stephanini está no próximo dia 15 de novembro disputando a prova mais famosa do kartismo sul-americano, as 500 milhas de Granja Viana, disputada na cidade de Cotia, na região metropolitana de São Paulo (SP), que contará com a presença de Felipe Massa, Rubens Barrichello e Nelsinho Piquet, entre outras estrelas do automobilismo mundial, que já estão treinado para o evento, como descontração, antes do GP Brasil de Fórmula 1, a derradeira e decisiva corrida do ano da principal categoria do automobilismo mundial.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
PMCG