21 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
sebrae revolution1
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
SEGURANÇA PÚBLICA

Novo comandante assume o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar

A solenidade de troca de comando realizada no auditório do Tribunal de Contas, no Parque dos Poderes, em Campo Grande, contou com as presenças do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Silvio Maluf e do comandante-geral da PM, coronel Deusde

26 fevereiro 2016 - 13h30DA REDAÇÃO
Thiago Barreto – PMMS

Na última quinta-feira (25), o tenente-coronel Wagner Ferreira da Silva assumiu o comando do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar. A solenidade de troca de comando realizada no auditório do Tribunal de Contas, no Parque dos Poderes, em Campo Grande, contou com as presenças do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Silvio Maluf e do comandante-geral da PM, coronel Deusdete Oliveira Filho.

Com vasta experiência em operações especiais, tendo comandado várias dessas unidades, entre elas o Rondas Táticas da Capital, do antigo Cigcoe, o Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), o Grupo de Rondas Táticas do Interior e integrou a Equipe Nacional de Negociadores Policiais dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro em 2007, o oficial Wagner assumiu o BOPE em substituição ao tenente-coronel Massilon de Oliveira Silva e Neto, que irá para a Diretoria de Ensino da Polícia Militar.

Ao se despedir do comando do BOPE, Silva Neto que foi elogiado pelo Comando de Policiamento Especializado, pelos relevantes serviços prestados à unidade, falou do orgulho em deixar à frente do Batalhão alguém tão capacitado como o tenente-coronel Wagner que conta com uma equipe altamente qualificada e profissional. “À frente do BOPE nós ousamos sonhar e iniciamos um trabalho diferenciado e hoje temos aqui no Estado um dos melhores Batalhões de Operações Especiais do Brasil”, destacou.

Criado em setembro de 2013 o BOPE é subordinado ao Comando de Policiamento Especializado e conta hoje com um efetivo aproximado de 61 policiais militares. A unidade é integrada por duas companhias de operações policiais especiais que são encarregadas de atuar em ocorrências envolvendo bombas e explosivos, resgate de reféns localizados, ocorrências em terrenos hostis e principalmente por prover suporte tático às demais unidades da Polícia Militar. “É uma unidade que nunca realizou uma ação digna de críticas por parte da segurança pública ou da sociedade”, pontuou o secretário Sílvio Maluf em seu discurso.

Unidade de elite da Polícia Militar, o BOPE é classificado como a melhor equipe de combate urbano, sendo acionada para resolver situações de conflitos de alto risco, em que sejam necessários além da negociação, o uso de armas químicas e não letais, por exemplo. “Temos orgulho de não ter no Estado nenhuma situação mal resolvida pelo BOPE ou pelo Choque”, afirma o comandante-geral da PM, coronel Oliveira.

Estiveram presentes na solenidade de troca de comando o coronel André Luiz Saab, comandante do Policiamento Especializado da Polícia Militar, o coronel reformado Adib Massad, oficial que dá nome à unidade do Batalhão de Operações Especiais, o delegado da Antônio Carlos Costa Mayer, titular do Departamento de Inteligência da Polícia Civil, Cléo Mazzotti, delegado Regional de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal, agentes da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, oficiais e praças da Polícia Militar.

Banner Whatsapp Desktop
SANESUL DIA DA ARVORE

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms