20 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 Águas Guariroba - [ Campanha Águas em Ação 3] - Full Banners
UEMS

Mundo Novo recebe ‘Reitoria Itinerante’ nesta quarta-feira

24 maio 2017 - 07h45
 Campo Grande (MS) – A unidade da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems) em Mundo Novo recebe o projeto “Reitoria Itinerante” nesta quarta-feira (24.5). A ação visa promover a aproximação e a integração da reitoria da Uems e dos demais membros da gestão administrativa com a comunidade acadêmica das 15 unidades da Instituição.

O evento é aberto à comunidade universitária e à população de Mundo Novo e dos municípios da região. Participam da iniciativa o reitor, professor Fábio Edir dos Santos Costa, o vice-reitor, professor Laércio Alves de Carvalho, todos os pró-reitores da Universidade, além de diretores, assessores e chefes de divisões e setores.

Programação

O evento começa às 9h. O reitor Fábio Edir fará uma apresentação sobre os investimentos na unidade e sobre o “Impacto da UEMS na região”. Em seguida, o vice-reitor Laércio de Carvalho falará sobre as “Perspectivas e os avanços para a Unidade de Mundo Novo”.

A ação segue no período da tarde. Das 13h30 às 18h, os Pró-reitores, Diretores e Assessores da Uems farão atendimentos à comunidade universitária. A unidade em Mundo Novo fica na BR-163.

Uems em Mundo Novo

A unidade já diplomou 819 profissionais nos cursos de Ciências Biológicas (Licenciatura) e Tecnologia em Gestão Ambiental (Tecnológico). Atualmente conta com 219 alunos matriculados nestes cursos.

Em 2016 e 2017, foram destinados um total de R$ 270.642,80 mil em auxílios aos alunos (Permanência e Emergencial) e em bolsas do Programa Institucional de Monitoria (PIM), Bolsas de Extensão (Pibex), Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) e Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), além dos Programas Vale Universidade e Vale Universidade Indígena.

Investimentos

Durante a gestão do reitor Fábio Edir, a unidade recebeu investimentos na ordem de R$ 655 mil para reformas, construção de um novo bloco na unidade e aquisição de equipamentos e materiais, de acordo com a Diretoria de Infraestrutura (Dinfra).

No início deste ano, a empresa responsável pela construção do novo bloco desistiu da obra. Diante da interrupção, a administração da Universidade contatou a empresa que ficou em segundo lugar no processo licitatório, que concordou em dar continuidade. No entanto, o processo ainda carecia de liberação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Por isso, na última semana, o vice-reitor da Uems esteve em Brasília para uma reunião com analistas do órgão.

“Como o prazo limite para execução da obra já estava adiantado, nós não poderíamos correr risco de perder tempo na substituição da empresa. Felizmente, a reunião com a analista do FNDE foi bem sucedida e nós conseguimos garantir a autorização para que a nova empresa assumisse a obra, além da prorrogação do prazo para execução total do projeto”, disse Laércio de Carvalho.

Orçado em aproximadamente R$ 385 mil, o novo bloco contará com laboratório de geoprocessamento/informática e três novas salas de aula. O recurso foi viabilizado por meio de emenda parlamentar, do então deputado federal Reinaldo Azambuja, hoje governador de Mato Grosso do Sul. Atualmente, segundo relatório apresentado ao FNDE, aproximadamente 60% da obra já está concluída.

Em 2016, a unidade também contou com o repasse de R$ 100 mil a cada um dos cursos, feito pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia (Fundect).

Sobre a Uems

Com 23 anos de história, a Universidade está entre as principais instituições de Ensino Superior na região Centro-Oeste. Com mais de 20 mil profissionais formados ao longo de sua trajetória, a Instituição já consolidou sua participação no desenvolvimento social, econômico cultural e científico de Mato Grosso do Sul.

Concebida com a proposta de levar a educação superior ao interior do Estado, cumpriu com excelência essa missão. A Universidade conta, atualmente, com 66 cursos de graduação, 22 cursos de especialização, 14 mestrados e dois doutorados.

Além disso, considerando apenas as unidades físicas, a Uems é a Instituição de Ensino Superior mais presente no Estado, com unidades em 15 cidades, além de polos e futuros polos de Educação a Distância em outros dez municípios.

Tatiane Queiroz – Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems)

Foto: Arquivo

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
SANESUL DIA DA ARVORE
TJ MS
pmcg ms