28 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
APOSENTADORIA

Mulheres merecem aposentar mais cedo que os homens, defende central

Na sexta-feira, Temer falou que as regras previdenciárias devem garantir que as mulheres saiam mais cedo do mercado de trabalho

28 junho 2016 - 13h00DA REDAÇÃO
A Central dos Sindicatos Brasileiros tem se posicionado de forma contrária à equiparação das idades de aposentadoria para homens e mulheres em todas as instâncias
A Central dos Sindicatos Brasileiros tem se posicionado de forma contrária à equiparação das idades de aposentadoria para homens e mulheres em todas as instâncias - Divulgação

Na discussão com o governo sobre possíveis mudanças na aposentadoria, a Central dos Sindicatos Brasileiros – CSB tem se posicionado de forma contrária à equiparação das idades de aposentadoria para homens e mulheres em todas as instâncias. “As mulheres merecem aposentar mais cedo, pois além de seu trabalho profissional, ainda exercem funções no lar que são muito importantes e precisam ser respeitadas”, afirma José Lucas da Silva, coordenador regional da CSB em Mato Grosso do Sul e presidente da Fei ntramag MS/MT (Fed. dos Trab. na Movimentação de Mercadorias).

José Lucas da Silva disse que tem acompanhado com relativa preocupação as sugestões que têm sido levantadas inclusive dentro  do grupo de trabalho criado pelo governo federal para debater a reforma da Previdência.

“As mudanças não podem prejudicar o trabalhador e não podem também mexer nos direitos conquistados. Existem outros campos que podem ser avançados”, afirmou líder sindical de MS. Ele explicou que a CSB faz parte da comissão de trabalho, juntamente com outras centrais sindicais, para apresentar propostas de mudanças na Previdência.

A CSB nacional viu de maneira muito positiva, a posição do presidente interino da República, Michel Temer, que disse na última sexta-feira (24), concordar que as mulheres continuem se aposentando um pouco mais cedo do que os homens, principalmente em razão das funções extras que são exercidas por elas, além da rotina profissional. “A posição de Temer vem sendo defendida de maneira firme pela CSB desde que começaram a buscar caminhos para a reforma da previdência”, explicou Lucas.

Na sexta-feira, Temer falou que as regras previdenciárias devem garantir que as mulheres saiam mais cedo do mercado de trabalho. “Uma pequena diferença entre o homem e a mulher é razoável, por uma razão. A mulher, além do trabalho externo, ela faz o trabalho interno na sua casa, é mãe etc. Às vezes cuida dos irmãos. Talvez uma pequena diferença valesse à pena”, disse.

Recentemente, em entrevista à Record News, o presidente da Central, Antonio Neto, também abordou o tema. Ele defendeu a necessidade de as mulheres continuarem se aposentando antes do que os homens.

“As mulheres são geradoras de vida. Criar filhos, educar, trabalhar e ainda ser dona de casa, nós sabemos o quanto é complicado. Por isso, é importante defender e conscientizar que não há mesmo igualdade [de idade para aposentadoria]. Elas têm que ser privilegiadas”, disse Neto na ocasião.

Este é apenas um dos pontos defendidos pela CSB em relação à aposentadoria. A Central se posiciona contra todos os tipos de mudanças que possam causar prejuízos aos trabalhadores e entende que, antes de cortar direitos, o governo precisa ampliar as fontes de arrecadação da Previdência.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS
Banner TCE