27 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
Administração Municipal

Mesmo com a queda na receita, Puccinelli dá reajuste de até 25% para funcionalismo

ANDRÉ - o governo está concedendo aumento para o funcionalismo que vão aumentar em R$ 21 milhões as
ANDRÉ - o governo está concedendo aumento para o funcionalismo que vão aumentar em R$ 21 milhões as - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Mesmo com queda na arrecadação, reflexo da crise financeira mundial, o governo do Estado está concedendo melhorias salariais para o funcionalismo público que vão aumentar em R$ 21 milhões as despesas com a folha de pagamento.

Os servidores terão reajuste linear de 6%, embutido já no salário que vai ser pago em 1º de junho, pagamentos de abonos de R$ 75,00 a R$ 150,00, criação da quarta classe da Polícia Civil, realização de curso de capacitação para promoção de praças da Polícia Militar e correção das distorções superiores a 25% até 2014. 

Os servidores administrativos terão reajuste de 11% (nível superior), 17,4% (ensino médio) e nível fundamental (20,48%). Estes percentuais superam a inflação de 5,65% medida pelo IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial) do IBGE nos últimos 12 meses. 

Segundo o líder do Governo na Assembleia, deputado estadual Youssif Domingos (PMDB), o aumento elevará o comprometimento da receita liquida do Estado com pessoal dos atuais 36% para 40% ou 42%.  Puccinelli vai pagar abono aos agentes penitenciários, servidores de nível superior e da área de saúde. Os servidores com nível superior e os agentes penitenciários vão incorporar o abono de R$ 100 pago no ano passado. A partir deste mês, eles vão receber um novo abono, desta vez no valor de R$ 75. 

O abono maior, de R$ 150, será pago aos funcionários de Gestão do Sistema Único de Saúde e da Gestão de Serviços Hospitalares. O vencimento dos ocupantes de cargos de comissão oscilará entre R$ 440 mais representação de 100% (R$ 880 para DGA-7) e de R$ 4.130,40 mais gratificação de 60% (R$ 6.608,64). 

Já os policiais militares terão correção de 6% a 10,42%, segundo o presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM e Bombeiros, José Florêncio de Melo Irmão. Além disto, o PL 071/09 prevê a correção das distorções salariais para cabos e soldados até 2014. Segundo o sindicalista, neste período, o aumento oscila de 19% até mais de 25%. O vencimento inicial para a PM será o seguinte: soldado R$ 1.700, cabo R$ 2.450, 3º sargento R$ 3.004,49, 1º sargento R$ 4.416,47, subtenente R$ 6.432,99, capitão R$ 8.003,84, major R$ 10.108,30, tenente coronel R$ 11.392,96 e coronel R$ 13.306,96. Através do projeto 073/09 os vencimentos dos advogados foram transformados em subsídio, que vai incorporar adicionais e gratificações. O vencimento inicial para advogado oscilará entre R$ 3 mil e R$ 3,9 mil.

Banner Whatsapp Desktop
MS Digital
PMCG