26 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
MENTIRA

Marun diz que Dilma mentiu para se reeleger

Carlos Marun afirmou também, que é estranho o procedimento de alguns dos principais veículos de comunicação do País, não focarem na necessidade de pressa no processo de impeachment da presidente Dilma.

4 fevereiro 2016 - 20h18DA REDAÇÃO
Divulgação
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

O deputado federal Carlos Marun (PMDB) voltou a criticar a presidente Dilma Rousseff, que não teria mais condições – na sua avaliação - para governar o País. “A presidente mentiu para se reeleger; cometeu crime de responsabilidade ao desconsiderara Lei Orçamentária e isso sem falar dos recursos da Petrobras que foram desviados para sua campanha”, afirmou Marun num vídeo que postou esta semana em sua rede social.

Nesse vídeo, Marun diz que procura deixar claro também o seu posicionamento em relação ao recurso que apresentou no Conselho de Ética que investiga o Eduardo Cunha, presidente da Câmara e que foi acatado pela Câmara.

Marun explicou que o deputado Marcos Rogério, nomeado relator no Conselho de Ética na representação contra o deputado Cunha, apresentou um novo relatório. Diante disso, foi pedido de vistas pelo deputado Marcos Rogério. As vistas seriam coletivas e não sucessivas e isto foi negado pelo presidente do Conselho.

“Eu recorri dessa decisão e por ser óbvio o direito do deputado de conhecer o relatório no qual ele estaria votando, o recurso foi aceito. Diante disso, o Conselho de Ética terá que realizar uma nova votação em relação a esse caso. E, ao contrário do que muitos acham, o processo não volta à estaca zero. O processo será adiado por duas sessões apenas, para que os deputados tomem conhecimento do que está sendo votado”, explicou o parlamentar sul-mato-grossense.

Marun ainda lançou um desafio a qualquer um (parlamentar ou não) a provar que seu recurso não está “muito bem embasado” não só no Regimento Interno da Câmara dos Deputados e do Conselho de Ética, como também da Constituição Brasileira. “Foi com base na legislação que o recurso foi aprovado.

Carlos Marun afirmou também, no vídeo, que estranha o procedimento de alguns dos principais veículos de comunicação do País, não focarem na necessidade de pressa no processo de impeachment da presidente Dilma. O processo, segundo ele, está praticamente trancado por uma decisão do SFT.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
TJ MS
pmcg ms