19 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Lançamento

Lançamento do Novo Focus esquenta a "guerra dos sedãs"

Focus deverá brigar por posições intermediárias entre os sedãs médios
Focus deverá brigar por posições intermediárias entre os sedãs médios - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Modelo com extensa lista de equipamentos chega a partir de R$ 59.690.

Com o segmento mais aquecido do mercado brasileiro, hoje liderado pelos modernos Honda Civic e Toyota Corolla, a Ford apresenta um novo representante para a turma do porta-malas generoso: o Novo Focus Sedan, apresentado ontem (6) em Bariloche, na Argentina.

O modelo chega bem equipado e com preços atraentes, custa menos que Civic e Corolla – versões GLX (de R$ 59.690 a R$ 64.190 ) e Ghia (de R$ 70.390 a R$ 74.890) – para se destacar no segmento mais disputado do mercado. Segmento, aliás, que ganhará outro concorrente de peso ainda este mês: o Fiat Linea. A liderança ainda deve ficar, por um bom tempo, restrita ao duelo "japonês" (o Corolla foi o mais vendido entre os sedãs médios no mês de agosto).

Mas, para desafiar os líderes, o modelo da Ford precisa do motor bicombustível, que só virá daqui a um ano. Por enquanto, a novidade começa a ser vendida só com o conhecido Duratec 2.0 16V de 145 cavalos de potência movido a gasolina, que já equipava o Focus Sedan anterior. E o motor 1.6 flex deixa de equipar o sedã, ficando exclusivo para o Focus hatch de carroceria antiga, que continuará a ser vendido por, pelo menos, mais um ano.

Já o Chevrolet Vectra deve passar por um face-lift em breve (provavelmente ainda este ano) para tentar conter o ímpeto do Novo Focus Sedan e do Linea. Outras boas opções ainda perfilam nesse time como C4 Pallas, Renault Mégane, Peugeot 307, Volkswagen Jetta e Nissan Sentra, entre outros.

As versões de acabamento permanecem as mesmas: GLX e Ghia. Porém, o pacote de fábrica ficou bem mais generoso e inclui, desde a versão de entrada, computador de bordo, airbag duplo, freios ABS e EBD, rodas de liga leve de 16 polegadas, sistema de som com seis alto-falantes e rádio CD/Player com entradas auxiliar e USB. O câmbio automático com possibilidade de trocas manuais é opcional e custa R$ 4,5 mil.

Os diferenciais da versão topo de linha são o piloto automático, sensor de estacionamento traseiro, volante multifuncional, teto solar elétrico, ar-condicionado digital, bancos de couro, detalhes de alumínio nas portas, no console e no volante, painel em dois tons (preto e cinza), módulo Bluetooth e sistema de comandos por voz para acionar ar-condicionado, som e telefone.

Como fez com todos os seus modelos, a Ford abandonou os contornos retilíneos e ousados do estilo New Edge e adotou um design mais fluido e generalista do geração Kinetic. O resultado não chega a ser tão conservador quanto o Corolla, nem tão esportivo quanto o Civic. Talvez esteja aí o grande trunfo do Novo Focus Sedan: ter um visual que agrada os vanguardistas, sem desagradar os tradicionalistas.

Montado sobre a mesma plataforma do Volvo C30, o Novo Focus Sedan ficou maior que o antecessor: tem 4,48 metros de comprimento (ante 4,36 do antigo); 1,84 metro de largura (1,73) e 1,50 metro de altura (1,48). A distância entreeixos também aumentou, pulando de 2,49 para 2,64 metros (um ganho de 15 cm), o que significa mais espaço interno e conforto para os ocupantes. O porta-malas agora comporta 526 litros, dentre os principais concorrentes perde apenas para o Citroën C4 Pallas (580 litros) e vence o Vectra (524 l), o Corolla (470 l) e o Civic (340 l). Carros que figuram entre os modelos nacionais mais cobiçados pelos brasileiros.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
AL MS