25 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Mensalão

Justiça nega a João Paulo Cunha estudar fora da prisão

11 fevereiro 2014 - 14h35
A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal negou nesta terça-feira o pedido do ex-presidente da Câmara dos Deputados João Paulo Cunha (PT/SP) para estudar fora da prisão. Condenado pelo Supremo Tribunal Federal no processo do mensalão, ele está fazendo Direito e queria poder terminar o curso.
 
O ex-deputado está cumprindo pena de seis anos e quatro meses no regime semiaberto pelos crimes de peculato e corrupção passiva. Cunha está preso desde a terça-feira da semana passada, e precisa esperar mais um ano e duas semanas para ter direito ao benefício.
 
Ele ainda tem um recurso para ser julgado pelo STF no crime de lavagem de dinheiro. Caso seja condenado, a pena vai aumentar para nove anos e quatro meses. Penas superiores a oito anos levam ao regime fechado.
 
Na quinta-feira Cunha chegou a entrar com pedido na VEP para sair da prisão e continuar trabalhando na Câmara dos Deputados. Mas no dia seguinte, ele mudou de ideia e renunciou ao mandato.
Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE
TJ MS