23 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
CURSO

Jurisdicionados participam de capacitação sobre fiscalização de compras governamentais

O curso teve a participação de mais de cem pessoas e foi dividido em tópicos

22 maio 2017 - 17h00Da Redação
O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul ofereceu na tarde desta segunda-feira, dia 22 de maio, mais uma oportunidade para que jurisdicionados conheçam e debatam sobre o tratamento favorecido e diferenciado às MPEs quando da realização das compras públi
O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul ofereceu na tarde desta segunda-feira, dia 22 de maio, mais uma oportunidade para que jurisdicionados conheçam e debatam sobre o tratamento favorecido e diferenciado às MPEs quando da realização das compras públi - Divulgação

O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul ofereceu na tarde desta segunda-feira, dia 22 de maio, mais uma oportunidade para que jurisdicionados conheçam e debatam sobre o tratamento favorecido e diferenciado às MPEs quando da realização das compras públicas. O curso “As Compras Governamentais e as Micro e Pequenas Empresas à Luz da Lei Complementar n°123/2006 e suas Alterações” foi ministrado pelo diretor geral do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul, Eduardo dos Santos Dionizio, no Plenário Conselheira Celina Martins Jallad, na sede do TCE-MS em Campo Grande.  “O TCE-MS  quer se antecipar a qualquer tipo de situação irregular que ocorra com ausência de dolo, de má fé, prevenir aqueles erros que acontecem por falta de conhecimento. O Tribunal quer preparar os jurisdicionados , ajudá-los, provocá-los a discutir as boas práticas na administração pública. Tudo isso através da formação que temos preconizado aqui.”

O curso teve a participação de mais de cem pessoas e foi dividido em tópicos,  passando pelo princípio da ordem econômica, o tratamento diferenciado às micro e pequenas empresas, as compras governamentais, as leis complementares, a participação dos Tribunais de Contas na implementação da lei e a função fiscalizadora do TCE.  

Durante o curso, o diretor geral explicou que  o Tribunal trabalha para ser o indutor da implementação da lei,  dessa forma contribuindo para o desenvolvimento local, que é o grande objetivo da lei. Eduardo dos Santos Dionizio ressaltou ainda que o ganho maior é o fomento a economia local a partir desse tratamento diferenciado. “Se a compra é feita na micro ou pequena empresa  no município, certamente esse dinheiro circulará e a riqueza ficará lá para gerar mais emprego e renda para a população”.

A coordenadora da comissão de licitação do município de Ribas do Rio Pardo, Nilvane Souza de Paula, aprovou a iniciativa do Tribunal de Contas. “Toda ajuda sempre é bem vinda. O curso está sendo bem esclarecedor para nós que somos do interior e temos muitas dúvidas. Nós ainda temos que nos estruturar, estamos no começo de um novo mandato. "

*Instrutor – Eduardo dos Santos Dionizio é formado em Pedagogia pela Universidade Católica Dom Bosco; Pós Graduado em Gestão Escolar pela UFMS; Bacharel em Direito e Advogado; Conferencista e Parecerista. Em seu currículo estão os cursos de: Auditoria Governamental junto ao TCU (2010); Auditoria Operacional Avançada (TCU 2011); Inteligência da Fiscalização TCU (2012); Novas Normas de Contabilidade Aplicada ao Setor Público Escoex/TCE-MS (2014). 

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms