21 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Segurança

Governo planeja repasse de R$ 250 milhões para combater violência no Rio

27 outubro 2009 - 13h19
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  Do total, cerca de R$ 120 milhões já foram repassados e outros R$ 130 devem ser enviados até o fim do ano. O anúncio foi feito durante um encontro entre o ministro da Justiça, Tarso Genro, e o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB).

  Segundo informações do governo federal, dos R$ 120 milhões já repassados, R$ 99 milhões foram para a formação de policiais, R$ 9 milhões para a prefeitura e outros R$ 12 milhões para a Secretaria de Segurança Pública, para a compra de um helicóptero.

  Ainda de acordo com a assessoria do Ministério da Justiça, os valores destinados para a Prefeitura do Rio têm o objetivo de concretizar projetos relacionados à segurança pública que foram apresentados pelo município e aprovados pelo governo federal.

  O restante do valor previsto deve ser repassado ainda neste ano. De acordo com o ministério, mais R$ 91 milhões serão repassados para outros projetos propostos pela prefeitura e R$ 39,4 milhões auxiliarão a formação de policiais.

  Além disso, o ministério anunciou o repasse ainda de R$ 1 milhão para o Fundo Nacional de Segurança Pública e R$ 400 mil para o Fundo Penitenciário. Ainda não foi divulgado como esse valor será repassado para as instituições.

Confrontos

  A liberação das verbas acontece após uma série de confrontos entre grupos de traficantes e policiais militares em diversas favelas do Rio, desde o último dia 17. Em disputa pelos pontos de venda de drogas, traficantes do morro São João --controlado pelo Comando Vermelho-- e aliados invadiram o morro dos Macacos, controlado pela ADA (Amigos dos Amigos).

  Até esta terça, ao menos 42 pessoas morreram em decorrência dos confrontos. No último dia 17, um helicóptero da PM também foi abatido por traficantes provocando a morte de três PMS.

  No último sábado (24), dez detentos apontados como líderes do tráfico do Rio foram transferidos para a penitenciária federal de segurança máxima de Campo Grande (MS), onde deverão permanecer isolados dos demais presos por 20 dias.

 

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
ALMS