19 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
GERAL

Governo investe na melhoria do sistema penitenciário, com a posse de 200 novos agentes

16 maio 2017 - 16h00
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul iniciou nesta terça-feira (16) a incorporação dos 200 novos agentes penitenciários no quadro funcional da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). De acordo com o cronograma, a posse dos servidores, todos com nível superior, prossegue até sexta feira (19), com a inclusão para atuação nas áreas de Segurança e Custódia, Administração e Finanças e Assistência e Perícia.

Ao participar da formatura dos novos agentes penitenciários em fevereiro deste ano, o governador Reinaldo Azambuja fez questão de destacar a importância desses servidores no papel desempenhado pelo Estado. “É importante lembrar também, que não estamos formando apenas carcereiros, mas agentes capacitados para a ressocialização, o que é fundamental para a humanização e para desafogar o sistema penitenciário”, disse ele à época. 

Reinaldo Azambuja reafirmou ainda, que apesar das dificuldades econômicas, sua gestão está decidida a seguir promovendo concursos para selecionar, formar e integrar servidores capacitados, tanto “ao valoroso contingente de agentes penitenciários, quanto às áreas onde há defasagem de pessoal, como é o caso da segurança pública”.

Conforme quadro de vagas divulgado pela Agepen no Diário Oficial de hoje, o maior número de servidores será lotado em Campo Grande, representando 49 do total. Entre os locais de lotação disponibilizados, a agência penitenciária informou que os agentes designados para atuar em Caarapó e Ivinhema entrarão em exercício em unidades prisionais próximas de seu domicílio, até que sejam instalados os dois novos presídios.

Os primeiros servidores a tomarem posse foram os da área administrativa. É o caso da agente Gudileia Adriana Torraca, de 28 anos, que entrou em exercício no mesmo dia da posse, na Sede da Agepen. Ela conta que após três anos de estudo alcançou esse objetivo de ingressar em um cargo público. “Está sendo tudo como o esperado, porque estou atuando na minha área e pretendo crescer, aprender e auxiliar no que eu puder no serviço público”, assegura.

Após nove anos trabalhando no comércio, Tatyane Oliveira Santinoni, de 27 anos, assume pela primeira vez um cargo público, também na área administrativa. “Batalhei muito para chegar até aqui e quero acrescentar, me aperfeiçoar e aprender com o serviço que estou designada a fazer”, garante.

Da área de Segurança e Custódia, Hernandez Alves da Silva, 32 anos, assume o cargo de agente penitenciário na sexta-feira e acredita que ingressar no serviço público representa maior tranquilidade financeira e a possibilidade de alcançar sonhos e objetivos almejados. “É algo que venho buscando há vários anos, significa estabilidade para mim e para a família”, comenta, ressaltando que está de casamento marcado e a nova profissão será muito importante, pois estava desempregado.

Hernandez garante que encara o novo desafio com seriedade, pois sabe dos riscos e perigos que vai enfrentar. “Mas sei também a importância que o serviço tem para a sociedade. O agente penitenciário tem essa capacidade de transformar vidas, de transformar pessoas, e é o que eu quero, ajudar como profissional”, afirma.

Para o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, a inclusão dos novos agentes penitenciários representa o compromisso do Governo do Estado para com a sociedade em aprimorar os serviços prestados, dando ênfase à qualidade dos atendimentos relacionados ao sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul.

Keila Rodrigues Oliveira – Agepen

Foto: Chico Ribeiro

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Considerando a pandemia do novo coronavírus, você acha que o TSE deveria ter editado resolução e tornado o voto não obrigatório este ano?

Votar
Resultados
SANESUL DIA DA ARVORE
TJ MS
pmcg ms