22 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
REPAROS

Governo de MS realiza serviço de emergência para deixar estradas transitáveis e escoar produção

Já foram investidos R$ 70 milhões na recuperação dos estragos nas cidades atingidas pelas chuvas e mais R$ 61 milhões do governo federal para 92 pontes

14 fevereiro 2016 - 08h31Alberto Gonçalves
Secretário Estadual de Infraestrutura, Marcelo Migliori
Secretário Estadual de Infraestrutura, Marcelo Migliori - Divulgação

Depois das fortes chuvas, que deixaram mais de 30 cidades em estado de emergência, Mato Grosso do Sul faz os reparos necessários para superar os estragos provocados pelo clima. Estradas começam a ser reconstruídas garantindo a fluidez do tráfego e pontes a serem reconstruídas.

O secretário Estadual de Infraestrutura, Marcelo Migliori, explica que o período de chuva que se precipitou no Estado foi realmente muito intenso e piorando cada vez mais. “Começamos com 14 municípios em situação de emergência e hoje são 34. Nesse momento nossa preocupação é atender as emergências. Para tanto estamos com 15 contratos em regime de emergência, além de outros 17 contratos de manutenção à disposição para atender os pontos que foram danificados”, comenta.

A principal preocupação atual, segundo explicou o secretário, não é qualidade, mas sim a solução do problema, principalmente nas rodovias para garantir o ir e vir, nas estradas vicinais, liberando o trânsito nas cidades. “Nossa prioridade é atender as pessoas e na questão econômica atender ao escoamento da safra, trabalhando para não deixar estrada intransitável”, salienta o secretário.

Migliori informou ainda que o tamanho geral desse estrago será analisado com o tempo, pois não há um levantamento completo. O número que existe atualmente se refere ao de comprometimento em torno de R$ 70 milhões. Além disso foi solicitado ao governo federal 92 pontes, que somam R$ 61 milhões.

Um dos acidentes que mais chamou a atenção da população sul-mato-grossense foi a queda da ponte que liga Guia Lopes da Laguna a Antônio João, desabando em efeito dominó. O secretário da Seinfra explicou que foi realizada auditoria e ficou constatado falha de projeto e, uma nova auditoria será contratada para a execução da obra. “Em relação a outras pontes semelhantes àquela, estamos contratando auditoria para verificar a situação e evitar que possa ocorrer novos problemas”, declarou. Migliori.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
pmcg ms
TJ MS