18 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 Águas Guariroba - [ Campanha Águas em Ação 3] - Full Banners
AJUDA

Governo de MS atenderá mais de 12 mil famílias indígenas com sementes e combustível

Benefício será viabilizado através do Programa de Apoio as Comunidades Indígenas de Mato Grosso do Sul, o Proacin

28 janeiro 2016 - 09h49DA REDAÇÃO COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA
Divulgação
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Mais de 12 mil famílias indígenas irão se beneficiar com entrega de sementes de milho e de feijão para plantio e combustível para as máquinas agrícolas. O benefício será viabilizado através do Programa de Apoio as Comunidades Indígenas de Mato Grosso do Sul (Proacin), coordenado pela Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) em parceria com a Sedhast (Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), ambas instituições do Governo do Estado. 

As informações sobre o programa foram confirmadas pelo diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini, na reunião realizada na terça-feira (26), na aldeia Córrego do Meio, em Sidrolândia. O encontro contou com a presença da subsecretária de Políticas Indígenas da Sedhast, Silvana Terena e os moradores da aldeia Córrego do Meio e caciques de outras quatro comunidades. 

O programa será executado via Sedhast e Agraer, essa última vinculada à Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf), e tem por objetivo cumprir as determinações do Chefe do Executivo Estadual, Reinaldo Azambuja, que é a de promover um governo com igualdade a todas as classes e etnias. 

“Estamos aguardando as licitações para que os insumos possam ser distribuídos o quanto antes à população indígena. São trâmites necessários para que tudo seja feito dentro das conformidades legais. A previsão é de que todo o material seja entregue até o primeiro semestre assim que o programa for lançado oficialmente”, informou Felini. 

Ao todo, serão 516 sacos com sementes de milho e outros 460 de feijão, além de 50 mil litros de óleo diesel para a operação das máquinas no campo. 

Segundo o dirigente da Agraer, o programa que irá atender todas as aldeias do Estado oferece dentro de seu cronograma de ações o trabalho de análise de solo. “É uma forma de conhecermos mais detalhadamente a qualidade das terras em que nossos índios vivem para que a assistência seja ofertada com êxito e produtividade, gerando rendas as famílias que vivem na zona rural”, disse. 

Durante a reunião também foram tratadas sobre outras questões da agricultura familiar do Estado, em especial as políticas públicas voltadas aos povos indígenas. Ao final, a Agraer ainda promoveu a entrega de duas plantadeiras de tração animal para a aldeia Córrego do Meio. 

Entre os caciques presentes esteve Adão Custódo (Aldeia Dez de Maio), Basílio Jorge (Aldeia Lagoinha), Alex Fernandes (Aldeia Buriti), Jucelino Custódio (Aldeia Tereré) e Genivaldo Santos (Aldeia Córrego do Meio), além da vereadora Vilma Felini e do técnico agropecuário da Agraer de Sidrolândia, José Ivaldo do Carmo. 

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Considerando a pandemia do novo coronavírus, você acha que o TSE deveria ter editado resolução e tornado o voto não obrigatório este ano?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
pmcg ms
TJ MS