24 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
senar
FUNASA SEM MOSQUITO

Funasa avança com “sexta sem dengue” na superintendência em MS

As ações da campanha visam, principalmente, conscientizar os servidores e colaboradores da Funasa por meio de diversas atividades, tais como distribuição de panfletos, palestras, blitzes nas imediações da sede, entre outras ações

27 maio 2017 - 08h45Da Redação
O material entregue foi disponibilizado pela Funasa e CCEV
O material entregue foi disponibilizado pela Funasa e CCEV - Divulgação
MÊS DA ECONOMIA COMPER

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em Mato Grosso do Sul, por meio do Serviço de Saúde ambiental (Sesam), prosseguiu nesta sexta-feira, 19.05, com a campanha, “Funasa sem Mosquito”, realizando a entrega de fôlderes voltados para a eliminação dos focos do mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya nas dependências do prédio da superintendência estadual em Mato Grosso do Sul.

O Sesam, em parceria com a equipe do Centro de Controle de Endemias e Vetores (CCEV), esteve nas dependências da sede da Funasa em MS e conversou com os funcionários, explicando os passos para a melhor forma de se precaver de eventuais focos do Aedes aegypti, além de distribuir folhetos contendo instruções para tais cuidados com os locais que podem ser possíveis criadouros do mosquito.

As ações da campanha visam, principalmente, conscientizar os servidores e colaboradores da Funasa por meio de diversas atividades, tais como distribuição de panfletos, palestras, blitzes nas imediações da sede, entre outras ações, para informar o maior número de pessoas possíveis quanto aos perigos da proliferação do mosquito.

De acordo com o técnico do Sesam, Gregório Corrêa, este trabalho deve ser contínuo entre os servidores e para que se dê a devida atenção a todos os recipientes que possam servir de criadouros. “Nosso objetivo é alertar a todos para o cuidado, tanto no local de trabalho quanto em casa, sobre os locais que o mosquito se reproduz e em todas as épocas do ano, observando sempre os locais que possam passar despercebidos”, afirmou.

As atuações realizadas na superintendência estadual fazem parte da campanha nacional “Sexta sem Dengue”, instituída pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de promover a luta para diminuir as ocorrências das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti no ambiente de trabalho.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS