28 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
aguas novembo
PÓS-CHUVA

Forte temporal deixa diversos municípios de MS sem energia

Conforme o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul as ocorrências decorrentes de temporais, são quase maioria quedas de árvores

27 outubro 2020 - 14h30Geliel Oliveira
Em Dourados, o número de equipes foi quadruplicado devido a complexidade dos estragos que a chuva causou
Em Dourados, o número de equipes foi quadruplicado devido a complexidade dos estragos que a chuva causou - (Foto: Das Ruas)
Fort Atacadista Natal

A forte chuva que atingiu Mato Grosso do Sul ontem (26), de uma forma inteiriça, deixou rastros de destruição como queda de árvores, alagamentos, danos em telhados e falta de energia elétrica em vários municípios do Estado.

Conforme o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul as ocorrências decorrentes de temporais, são quase maioria quedas de árvores. Na Capital, por exemplo, foram registradas cinco ocorrências, enquanto que no interior do Estado foram oito. Quanto aos bairros mais afetados, não há uma região específica, por ser em pontos distintos.

Em Nova Alvorada do Sul a queda de duas torres de transmissão de energia elétrica deixou a cidade sem energia por 12 horas, os efeitos foram sentidos também nas cidades de Rio Brilhantes e Douradina. A Energisa por meio de nota afirmou que triplicou as equipes, para restabelecer o fornecimento o mais rápido possível.

Outro município a enfrentar a falta de energia por conta dos fortes ventos foi Itaporã, onde um galho de árvore caiu em cima de uma rede de alta tensão no distrito de Montese, deixando os munícipes sem energia.

Os fortes ventos que de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), atingiram uma velocidade de aproximadamente 70 km/h, também deixou alguns bairros do município de Ponta Porã sem energia, além de outros estragos como a interdição de algumas vias por galhos caídos.

Em Maracaju, a concessionária afirmou que a falta de energia em bairros como Vila Margarida vão ser reestabelecidas até o fim da tarde. Neste caso em específico, a queda da energia foi ocasionada pela interferência de árvores e galhos na rede elétrica, depois do temporal que atingiu a cidade.

Em Dourados, o número de equipes foi quadruplicado devido a complexidade dos estragos que a chuva causou. O temporal veio acompanhado por fortes rajadas de vento e raios (descargas atmosféricas). Mais de 80% das interrupções no fornecimento de energia foram ocasionadas pelos ventos fortes e queda de árvores e galhos em contato com a rede elétrica, provocando inclusive, o rompimento de cabos.

O clima severo resultou em 65 bairros ficaram sem energia, impactando mais de 22 mil clientes em Dourados.

Em Campo Grande os bairros com maior número de ocorrências por falta de energia foram: Jardim Los Angeles, São Francisco, Universitário, Vila Nova Campo Grande e Vila Popular. Em nota a Energisa esclarece que as ocorrências sobre interrupção de energia, na Capital, foram normalizadas ainda na segunda-feira (26).

Segundo o INMET, não há riscos de temporais ou ventos fortes em todo o MS para hoje (27), apenas um céu nublado com possibilidade de chuvas isoladas com umidade mínima de 60%.

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia