26 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
ROCK AND ROLL

Fãs de Rolling Stones enfrentam distância para assistir a turnê da banda

Dez anos desde a última apresentação no Brasil, fãs não medem esforços para ver o show no Rio de Janeiro, São Paulo ou em Porto Alegre.

26 fevereiro 2016 - 15h00Suelen Morales
Essa é a coleção de discos e cd's do Emerson Cambará. Ele diz que Se tivesse que citar uma música que representasse o meu fanatismo pelos Stones, hum...deixa eu ver. Ficaria entre Tumbling Dice e Gimme Shelter.
Essa é a coleção de discos e cd's do Emerson Cambará. Ele diz que "Se tivesse que citar uma música que representasse o meu fanatismo pelos Stones, hum...deixa eu ver. Ficaria entre Tumbling Dice e Gimme Shelter". - Arquivo pessoal.
 
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Depois do histórico show nas areias de Copacabana, os Rolling Stones estão de volta ao Brasil com a turnê "América Latina Olé". No sábado (20) foi dada a largada oficial, só que desta vez a abertura da temporada de shows foi no estádio do Maracanã.  Além do Rio de Janeiro, a banda tocou em São Paulo na quarta-feira, 24, e faz outro show no sábado (27) e em Porto Alegre no dia 2 de março.

O Funcionário Público  Emerson Cambará viajou de Campo Grande para o Rio de Janeiro e realizou o sonho de ver e ouvir de perto os 'dinossauros do rock'.

"Olha, o show foi algo inesquecível. Realizei meu sonho de moleque. Na hora que eles entraram no palco dava para sentir o Maracanã balançar. Foi paulada do início ao fim. Eles conduziram a plateia, todos estavam cantando com eles. Foi mágico. Os caras não parecem que já estão com mais de setenta anos, correram por todos os lados do palco e tocaram muito", compartilha.

Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ronnie Wood mostraram no palco um set de sucessos clássicos dos Stones como "Gimme shelter, "(I can’t get no) Satisfaction", "Jumpin' Jack Flash", "Sympathy for the devil", "Start me up" e "Miss you".

Cambará foi ao show com a namorada e conta que viu fãs de várias gerações reunidos, de 'oito a oitenta'.

"Tinha desde garotada nova de quatorze anos até senhores com mais de sessenta. Várias famílias reunidas. Eu mesmo comecei a escutar os Stones por volta de 1981. Meu primo tinha os discos deles e me emprestou na época os discos Let it Bleed e Exile on Main Street e, essas duas músicas me lembram muito daquela época. Já se vão mais de trinta anos ouvindo Stones", conta.

Mas, o sonho de assistir os Stones ao vivo não se realizou para todos. O Técnico de Manutenção em Emissoras de TV, Leandro Bogarim também iria para abertura da turnê no Rio de Janeiro, porém o voo estava marcado às 4 horas e ele acordou somente às 5 horas.

"Sou fã do rock e dessas bandas clássicas do rock n roll, minha expectativa era de estar presente em um grande espetáculo que foi o show deles no Maraca. Mas, minha experiência não foi muito boa, pois não consegui embarcar para o Rio de Janeiro, já que perdi o voo" contou.

Mesmo sabendo que já tinha perdido o voo, Leandro foi ao Aeroporto Internacional de Campo Grande tentar remarcar, porém não conseguiu.

"Mesmo atrasado fui para o aeroporto tentar remarcar, mas as taxas ficaram muito altas cerca de R$2.800. Pretendia ir a São Paulo, mas os planos agora são de ir para Porto Alegre onde as taxas e passagens estão mais acessíveis", afirma.

Apesar de não conseguir remarcar a passagem, Leandro doou seu ingresso a uma amiga que mora no Rio e afirma que o maior prejuízo não foi o financeiro.

"Com relação a passagem, posso usá-la dentro de um ano e o ingresso eu dei a uma amiga. Mas, o meu maior prejuízo foi de não estar presente no show que tanto queria", lamenta.

Na quarta-feira (24), os Rolling Stones se apresentaram em São Paulo. O Analista Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Jair Jankowsky, falou sobre sua experiência.

"Foi sensacional! Como o vinho, melhoraram muito com o tempo. Minha expectativa era imensa. Sou piolho de shows! Mas, Stones faltava no meu currículo", diz.

Jair já é acostumado a ir para shows fora do Estado e contou sobre sua preparação. "Como viajei no período em que começaram a vender os ingressos, quando acessei o site só tinha pra arquibancada, mas, até prefiro. Já com passagem não tive problema, pois fui de carro. O hotel reservei no booking há dois meses. Meu estilo é esse, vejo tudo antes com uma boa antecedência", explica.

Encerrando os shows em São Paulo, os Stones sobem ao palco amanhã, dia 27, no estádio do Morumbi. A advogada Tâmara Sanches Pimental está com tudo pronto para embarcar nessa aventura.

"Eu vou hoje para São Paulo, já estou com tudo pronto. Sou fã do Rolling Stones desde os meus 15 anos e há 10 anos eu fiquei arrasada porque não pude ir, era mais nova e estava na faculdade. Agora eu vou e estou aqui ansiosa esperando pelo show", revela.

Tâmara conta que assim que abriu a venda dos ingressos ela foi correndo comprar o seu, porém teve alguns empecilhos.

"Quando abriu a temporada da compra de ingressos eu fiquei igual a um louca, tive problemas com meu notebook então pedi para um amigo de São Paulo que estava comprando os ingressos dele para que pelo amor de Deus comprasse o meu  e deu tudo certo. Os ingressos esgotaram muito rápido", diz. 

Ansiosa, ela conta que está se preparando para este momento desde dezembro.

"No trabalho, eu estava adiantando as demandas desde dezembro. Agora é só esperar pelo show e pela música que não pode faltar a Miss You", brinca.
 

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms