30 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
SESI - Campanha Protocolo de Atendimento
Aracy Eudociak

Escola Estadual da Capital é revitalizada por meio de recursos trabalhistas

No local, foram investidos um valor de R$ 110 mil

24 outubro 2020 - 09h10Da Redação
Os recursos permitiram a aquisição de novos mobiliários
Os recursos permitiram a aquisição de novos mobiliários - (Foto: Divulgação/Facebook)
Fort Atacadista Natal

Quando a rotina presencial for retomada na Escola Estadual Aracy Eudociak, em Campo Grande, alunos e professores encontrarão alguns ambientes totalmente revitalizados. No local, foram investidos um valor de R$ 110 mil, a transformação da unidade escolar foi comemorada em cerimônia realizada na última segunda-feira (19).

Entre as mudanças realizadas está a sala dos docentes que foi reformada no intuito de propiciar um espaço mais adequado para o planejamento das aulas.

Os recursos permitiram a aquisição de mobiliários, como mesa de reuniões, estações individuais de trabalho e armários individuais, pintura do ambiente, restauração de itens como ar-condicionado e geladeira, além da troca do piso, forro e decoração do espaço com paisagismo.

A biblioteca escolar passa a contar com novas estações individuais de estudo, estantes planejadas para os livros, puffs para descanso e leitura, armários e balcão para recepção dos visitantes.

A procuradora-chefe do MPT-MS, Cândice Arosio pontuou a importância do espaço revitalizado para os alunos. “A biblioteca se transformou em um espaço de incentivo à leitura dos alunos. Não tem uma pessoa que entre lá que não tenha vontade de se aconchegar numa cadeira para poder desfrutar de um bom livro’, explica.

A diretora-adjunta da escola Maria Félix acrescentou que a reforma foi realizada em um momento oportuno. “Estamos muito contentes em poder oferecer este presente de Dia dos Professores para os nossos docentes. Eles estão enfrentando esse que pode ser o maior desafio profissional, que é lecionar a distância por um período tão prolongado, quando eles retornarem, serão surpreendidos com um espaço de acolhimento”, destaca.

Todo o dinheiro investido na escola é proveniente de multa aplicada no âmbito de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul. A ação aponta descumprimento de direitos trabalhistas por parte de empresa especializada em serviços terceirizados de segurança.

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia