22 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Ação Social

Empresas investem mais em ações sociais internas do que públicas

Fort  Atacadista - 21 ANOS

  O levantamento, um dos mais importantes do chamado terceiro setor, refere-se aos investimentos em projetos sociais e ambientais realizados diretamente pelas empresas ou por meio de suas fundações e institutos, num universo de 101 associados ao GIFE.

  Os números parecem não acompanhar a verdadeira explosão do chamado “marketing social” dos últimos anos, especialmente em 2007. No censo anterior, referente a 2005, o volume de investimentos sociais das empresas foi de R$ 1 bilhão para um universo de 89 participantes. “Realmente não houve uma alteração significativa no volume do investimento social privado, cujo aumento parece refletir mais um crescimento orgânico dos próprios associados”, comentou o secretário-geral do GIFE, Fernando Rossetti.

  O que pode explicar esse aparente contraste, segundo ele, é a tendência de as empresas focarem cada vez mais os seus investimentos sociais em ações internas, por exemplo, em relação aos próprios funcionários ou à comunidade em torno das instalações, em boa parte dos casos associadas à gestão da marca.

  ”Me parece que boa parte dos recursos que antes eram destinados para o interesse público, dentro do conceito de investimento social privado, hoje estão concentrados nos investimentos ligados à responsabilidade empresarial. Como ambos estão sob o guarda-chuva de um conceito maior, que é o da sustentabilidade, pode dar a impressão de que as empresas não estão investindo mais do que antes”, explicou Rossetti.

 

 

 

 

Banner Whatsapp Desktop
AL MS
PMCG