20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Legislativo Municipal

Edil Albuquerque lança pedra fundamental do Gira Solidário

22 outubro 2009 - 13h13
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  A solenidade do lançamento da Pedra Fundamental aconteceu na tarde de quarta-feira (21.10), no bairro Tijuca II (na Avenida Dinamarca com a Rua Prata), onde será edificada a oficina de marcenaria, e contou com o vice-prefeito Edil Afonso Albuquerque representou o prefeito Nelson Trad Filho.

  O terreno é uma doação da Prefeitura Municipal de Campo Grande e possui uma área de quase 3.500 metros quadrados. A obra será realizada em três etapas. Nas duas primeiras fases serão construídos os seis galpões para atender os alunos da Escola Pau-Brasil, programa que ensina marcenaria de alto nível a jovens de menor renda e que é desenvolvido pela Gira.

  Somente as duas etapas representam um investimento de R$ 600 mil, de um total de R$ 1.200 milhão, e parte desses recursos já está garantido por patrocinadores da Europa, todos da iniciativa privada e pessoas físicas. As obras começam este ano com previsão de conclusão em 2012.

  De acordo com Stephan, a construção dos galpões são prioridades na obra. Atualmente o programa é desenvolvido em um espaço alugado de 240m², situado na Vila Carvalho, ocupados por maquinários doados pela empresa Felder, da Áustria.

  Stephan ressalta ainda que essa prioridade atende à ideologia do programa, que prima pela legislação, conscientização e garantia da segurança dos jovens marceneiros.

  Além dos galpões, com área planejada em 180 m² cada um, a nova sede da Gira conta com espaço multiuso, ateliês, cozinha e refeitório. Tudo isso em uma estrutura de 960 m². Hofmann diz que esse será o momento de colocar em prática os vários projetos sociais da ONG que já estão elaborados, mas que não estavam sendo desenvolvidos por falta de espaço físico.

  Segundo o fundador e presidente da entidade, Stephan Hofmann, o projeto atende cerca de 60 jovens e com esta nova edificação este número será triplicado.

  “Este projeto foi apresentado à Prefeitura de Campo Grande e fomos prontamente atendidos pelo prefeito Nelson Trad Filho, uma vez que ele também defende esta causa que é assistência social do jovem aprendiz. Estou satisfeito com a participação da administração municipal e aqui vamos formar muitos jovens da faixa etária de 16 a 21 anos”, comemorou Hofmann, emocionado.

  O aluno Tiago Martins da Silva, 19 anos, matriculou-se no curso de marceneiro, que faz parte da Escola Pau-Brasil Construindo o Futuro – Programa de profissionalização, Transformação Social e Integração no Mercado de Trabalho para Jovens de Campo Grande.

  “Para efetivar minha matrícula passei por uma entrevista com a assistente social, fiz as provas e a partir de agora vou dedicar no aprendizado de marceneiro”, disse.

  O aposentado Sivaldo Felix que há muitos anos trabalhou na construção civil como armador de ferragens comemorou o espaço onde será a nova sede. “Estou feliz com esta ação da Prefeitura e do Projeto Gira Solidário. Daqui saíram bons profissionais.

  Até falei para meu filho Jean Alves, 16 anos, que, após sua formação ele pode reunir com alguns colegas e montar uma empresa e ter o negócio próprio”, disse.

  O vice-prefeito Edil Afonso Albuquerque, ao discursar, lembrou que o projeto foi indicação da ex-vereadora Maria Emilia Sulzer e tramitou na Câmara Municipal de Campo Grande no período em que ele foi presidente da Casa. “Hoje estamos aqui falando em nome da Prefeitura.

  Campo Grande precisa de parceiros como estes para ajudar no desenvolvimento da cidade e na formação de novos profissionais. Este é um projeto muito arrojado, da Gira Solidário. Eles estão de parabéns por esta iniciativa”, finalizou Edil.

 

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
PMCG