20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Colunas

Dura sem perder a ternura - Por Viviane Feitosa

Arquivo Pessoal
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  Ela chegou a estudar alguns meses no curso de Medicina, mas bastou uma aula de Direito Penal para se apaixonar à primeira vista pela profissão.

  Doce, ambiciosa e muito dedicada, Ariene Murad escolheu a dura área criminal para sua atuação. O início foi no Ministério Público Estadual, onde após 3 anos e meio, decidiu estudar e se inscrever para o concurso de Delegado de Polícia do Estado.

  Aos 23 anos, tornou-se delegada em Três Lagoas, onde segundo ela, vivenciou o lado mais difícil e também o mais gratificante da profissão.

  Hoje - após a transferência para Campo Grande - atua na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário, e mesmo assim não deixou os estudos de lado.

  O seu dia a dia corrido é dividido com as aulas na pós em Ciências Penais e planos futuros para um mestrado em Direito Penal. No meio de um turbilhão de afazeres, ela ainda reserva tempo para o namorado, os amigos e em especial para as fofas sobrinhas.

  Uma apaixonada por cães e Guimarães Rosa, Ariene Murad contou um pouco mais sobre ela aqui abaixo:


Nome: Ariene Nazareth Murad de Souza

Lugar onde nasceu: Campo Grande/MS

Lugar preferido no mundo: Onde estiverem as pessoas que amo

O que é a cara de Campo Grande: Correr na Afonso Pena e tomar tereré

Um sabor: O da comida árabe da minha mãe

Qualidade que mais aprecida numa pessoa: Caráter e determinação

Programa para o fim de semana: Almoço em família, cineminha e sair com o namorado e os amigos

Personalidade influente hoje: Nicolas Sarkozy

Bom, bonito e barato: Um sorriso

Livro que está lendo: Estou relendo Grande Serão: Veredas, de Guimarães Rosa.

Música para levantar os ânimos: Música latina (Adoroooo!)
Palavra que riscaria do dicionário: Várias, mas se vale uma só, riscaria vingança.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
AL MS