01 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
RECICLAGEM

Desenvolvido por alunos da Escola do Sesi da Capital, Urupet é destaque em programa da Rede Globo

O Urupet, amassador portátil de garrafas PET desenvolvido por alunos do Ensino Fundamental da Escola do Sesi de Campo Grande ganhou destaque nacional

5 junho 2017 - 16h55Da Redação
Os alunos da Escola do Sesi de Campo Grande criaram o Urupet quando estavam na 7ª série
Os alunos da Escola do Sesi de Campo Grande criaram o Urupet quando estavam na 7ª série - Divulgação
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

O Urupet, amassador portátil de garrafas PET desenvolvido por alunos do Ensino Fundamental da Escola do Sesi de Campo Grande, mais uma vez, ganhou destaque nacional e foi tema da reportagem “Urupet ajuda catadores na coleta de garrafas PET”, exibida neste sábado (03/06), no programa "Como Será?", da Rede Globo, apresentando por Sandra Annenberg. A matéria destacou o caráter socioeconômico e socioambiental do Urupet, construído com restos da construção civil, como canos de PVC e tubos de ferro, e criado pelos alunos a partir da necessidade dos catadores de recicláveis de ampliar o espaço para transportar as garrafas PET durante um dia de coleta.

“No carrinho, as garrafas ocupam bastante espaço, e foi para fazer a coleta render mais que os alunos tiveram uma grande ideia, e criaram o Urupet”, destacou a repórter Maureen Mattiello, da TV Morena, afiliada da Rede Globo em Mato Grosso do Sul. A reportagem contou como o Urupet facilitou a vida da catadora Rosangela Rodrigues, que sobrevive da renda obtida com materiais obtidos nas ruas, principalmente a garrafa PET. “A garrafa PET paga 1 real, o plástico já misturado é só 0,50 centavos. Fica melhor, a gente volta da rua com mais garrafas”, comemorou a catadora.

Os alunos da Escola do Sesi de Campo Grande criaram o Urupet quando estavam na 7ª série, durante a aula de Empreendedorismo e Ética, mas o trabalho foi multidisciplinar, e envolveu também as disciplinas de ciências, geografia e física. Os alunos fizeram uma pesquisa baseada na figura do catador, como ser social que desenvolve um trabalho de suma importância. Com o objetivo de reduzir o volume da garrafa PET e utilizando conceitos de robótica, foram desenvolvidos protótipos de amassadores com materiais variados.

Para o superintendente do Sesi, Bergson Amarilla, o trabalho e reconhecimento dos alunos da Escola do Sesi de Campo Grande é fruto da aplicabilidade do conteúdo desenvolvido durante as aulas de Empreendedorismo. “A disciplina integra a grade regular das escolas do Sesi em parceria com o Sebrae desde 2001, e entendemos que, se não desenvolvermos no aluno a capacidade de colocar em prática o conteúdo aplicado em sala de aula, de nada adianta. Nosso objetivo é justamente incentivar o aluno a compreender e analisar o contexto do nosso dia a dia e, com esse arcabouço de conhecimento proporcionado não só nas aulas de Empreendedorismo, mas nas outras disciplinas, se conectar e reconhecer o mundo em volta dele”, afirmou.

O Urupet já foi premiado pela associação educativa Junior Achievement de Mato Grosso do Sul, em setembro, quando conquistou o 1º lugar do prêmio “Aprender a Empreender no Meio Ambiente”, e foi considerado uma das 11 invenções mais inovadoras do Brasil no Desafio Criativos da Escola 2016, cujo evento de premiação foi realizado na Bahia.

Banner Whatsapp Desktop