25 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Investimento

Delcídio viabiliza R$ 9 milhões para UFMS e UFGD

18 novembro 2009 - 16h31
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  A UFMS vai receber R$ 5 milhões para restaurar o antigo prédio da alfândega de Corumbá e a UFGD R$ 4 milhões, que serão investidos na implantação do Instituto de Biotecnologia, ao lado do Hospital Universitário de Dourados, destinado a realização de pesquisas e a capacitação dos profissionais de saúde da região.

  “Foram duas reuniões de trabalho extremamente proveitosas. No mesmo dia, acompanhei os dois reitores em encontros distintos, onde discutimos com dirigentes do MEC a necessidade de se investir cada vez mais no ensino superior em Mato Grosso do Sul.

  E, confesso , até para minha surpresa, que a resposta foi imediata. Tanto o secretário executivo do MEC, José Henrique Paim quanto o Secretário de Educação Tecnológica, Eliezer Pacheco, aprovaram os projetos e determinaram a liberação dos recursos para que eles sejam desenvolvidos o mais rápido possível. Conseguimos duas grandes vitórias”, comemorou Delcídio.

UFMS

  O senador e a reitora da UFMS, Célia Maria Oliveira, apresentaram ao secretário executivo do MEC o projeto de recuperação do prédio da antiga Alfândega de Corumbá, para a instalação de um curso de artes, salas de cinema e dança , além de um anfiteatro, onde serão desenvolvidas várias atividades culturais abertas à comunidade da fronteira com a Bolívia.

  Durante o encontro foi discutida também o pedido da Universidade Federal para repactuar as metas do Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais(REUNI) e criar, nos próximos dois anos, 1.723 novas vagas nos cursos da instituição. De acordo com Delcídio, ambas as solicitações foram atendidas.

  “O secretário Paim determinou ao corpo técnico do MEC as providências necessárias para liberar os R$ 5 milhões com os quais a UFMS vai restaurar o prédio da Alfândega, transformando o Porto Geral em uma das regiões mais bonitas de se visitar na minha querida Corumbá. No caso específico da repactuação do REUNI, a ampliação das vagas vai permitir , por exemplo, a criação de um curso de Enfermagem em Naviraí, há muito tempo reivindicado pelos educadores e estudantes do Cone Sul do estado”, explicou o senador.

UFGD

  Delcídio revelou que na última reunião da qual participou na Universidade Federal da Grande Dourados os dirigentes da instituição pediram recursos para instalar o Instituto de Biotecnologia ao lado do Hospital Universitário.

  “ Isso é muito importante pelos benefícios que o instituto vai trazer para o atendimento à população e a qualificação dos profissionais de saúde da região. O secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco, aceitou o nosso pleito e garantiu os R$ 4 milhões. Quero registrar o apoio incondicional do ministro da Educação, Fernando Haddad e do presidente Lula que são grandes parceiros de Mato Grosso do Sul”, afirmou o senador.

  O reitor da UFGD, Damião Duque de Farias, explicou que o Instituto de Biotecnologia em Saúde vai aprimorar ainda mais o curso de medicina e o Hospital Universitário de Dourados, permitindo à instituição desenvolver pesquisas na área de saúde e criando as condições para o desenvolvimento da pós-graduação , além da qualificação dos profissionais da área de saúde , o que vai beneficiar diretamente a população da região, inclusive com a realização de exames laboratoriais na própria cidade de Dourados.

  Também presente ao encontro, o deputado federal Uldurico Pinto (PHS/BA), presidente da Frente Parlamentar de Apoio à Biotecnologia, elogiou a atuação de Delcídio.

  “O senador foi muito competente e demonstrou prestígio no Ministério da Educação ao articular a aprovação da criação do Instituto de Biotecnologia, sem emendas ao Orçamento ou de bancada. Fiquei feliz com os resultados no MEC e vou pedir ao Delcídio para me ajudar na Bahia”, comentou Uldurico Pinto.

Banner Whatsapp Desktop
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
ALMS