28 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Entidade

Coronel Ivan quer tornar lei PROERD e instalação de câmeras em escolas

Fort  Atacadista - 21 ANOS

  Uma das propostas, torna obrigatória a instalação de câmeras de vídeo para garantir maior segurança nas escolas, enquanto o segundo, transforma em política educação, o programa educativo desenvolvido pela Polícia Militar para manter os alunos longe das drogas, o PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência).

  Em entrevista a Rádio Transamérica Hits Campo Grande, ao comentar a proposta de implantação de centrais de monitoramento nas escolas, com a instalação de câmeras de vídeo, o deputado avalia que os equipamentos podem ser uma ferramenta importante para inibir a violência nas escolas. O coronel Ivan lembra que tem sido cada vez mais freqüentes no interior e nas proximidades das unidades escolares casos de consumo de drogas, agressões, furtos, vandalismo, uso de armas, além de outras ilegalidades. Um dos casos mais extremos foi o furto de mais de 70 computadores em uma escola na capital e o assassinato de um jovem em pleno pátio de um colégio em Dourados.
O sistema de monitoramento é exclusivamente para a prevenção e à apuração da autoria de atos criminosos ou nocivos à segurança da comunidade escolar e à preservação do patrimônio da escola de acordo com a proposição , o esquema de segurança contará com câmeras instaladas de modo a permitir o amplo monitoramento das áreas de circulação internas e externas do estabelecimento, sendo proibido a instalação de câmeras de vídeo em banheiros, vestuários e outros locais de reserva de privacidade individual.
Segundo o deputado, o sistema de segurança poderá auxiliar de maneira decisiva para a redução de atos de violência nos estabelecimentos de ensino, a medida torna mais seguro o ambiente escolar, coibindo atos nocivos à segurança, além de facilitar as investigações quanto possíveis atos criminosos e infracionais.

  O segundo projeto, também já aprovado pelos deputados, reconhece o programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) como política educativa de relevante interesse para a segurança pública do Estado Mato Grosso do Sul.

  Segundo o projeto, o PROERD será organizado e executado exclusivamente pela Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul mediante a realização de ações voltadas para a disseminação de noções de cidadania e a prevenção ao uso indevido de drogas e à prática de atos de violência. Também de acordo com o projeto o programa deverá ser desenvolvido na Rede de Ensino Público e Privado do Estado de Mato Grosso do Sul e em entidades interessadas, seguindo o cadastro organizado pela PM.

  Para o Coronel Ivan, o PROERD merece o reconhecimento legal, pois vem sendo aplicado com sucesso em nosso Estado desde junho de 1997, levando orientação sobre os perigos do uso de drogas e contribuindo ativamente para o fortalecimento da auto-estima e formação do caráter de milhares de crianças e adolescentes sul-mato-grossenses. A proposição também instituí o “Dia Estadual do PROERD” a ser comemorado, anualmente, no dia 01 de junho. A Polícia Militar concederá ainda o Prêmio “Amigo do Proerd” para as pessoas que, por seu trabalho ou ações, contribuíram para a divulgação e ampliação do Programa Educacional.

  “Com o objetivo de ampliar ainda mais os números de alunos, além de trazer medidas para seu aperfeiçoamento e a ampliação dessa bem sucedida iniciativa da Polícia Militar que apresentei o presente Projeto” finalizou o deputado.

 

Banner Whatsapp Desktop
MS Digital
PMCG