20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Colunas

Coluna Dr. Lair Ribeiro - O que é saber viver financeiramente?

Fort  Atacadista - 21 ANOS

O que é saber viver financeiramente?


Ganhar mais ou menos dinheiro não significa que alguém saiba ou não viver financeiramente. Qualquer que seja a quantia que se ganhe, o que importa, mesmo, é o quanto você gasta do seu dinheiro. Observe:

· Quem ganha X e gasta X, vive em estado de alerta constante
(torneira 1).

· Quem ganha X e gasta menos do que X, vive bem financeiramente (torneira 2).
· Quem ganha X e gasta mais do que X, vive em estado de estresse constante (torneira 3).

Essas três situações são básicas, qualquer que seja a quantidade de dinheiro de que você disponha para viver. 

É certo que outras variáveis participam do processo e delimitam, em certo grau, um montante necessário para que você viva bem. Isso, porém, diz respeito a fatores racionais e emocionais que delimitam as nossas necessidades, e não é deles que estamos falando agora.

Também é certo que outras variáveis determinam a sua capacidade de ganhar dinheiro em maior ou menor quantidade, mas isso diz respeito a fatores operacionais e transpessoais envolvidos nas suas habilidades, e não estamos falando deles neste momento.

Por ora, estamos apenas montando o cenário. A seguir, abordaremos essas variáveis e suas interações, tanto para influenciar no tamanho das suas necessidades quanto no da sua riqueza.

Onde você está? — Determinando a sua posição financeira
Se você quer aprender a viver bem financeiramente, é importante saber qual é a sua posição financeira atual. De acordo com o seu desempenho financeiro, você pode estar em um dos quatro níveis a seguir:

1. Sobrevivência
Você ganha menos do que o necessário para sobreviver e, assim, vai acumulando dívidas e mantendo a cabeça fora da água. O seu dinheiro sempre acaba antes do fim do mês.

2. Trocando seis por meia dúzia
Você ganha o suficiente para fazer suprir suas necessidades, mas é incapaz de economizar. O seu dinheiro e o mês têm a mesma duração: acabou o mês, acabou o dinheiro. 

3. Guardando debaixo do colchão
Você ganha o suficiente e consegue economizar. O que sobra do seu dinheiro você deixa em uma conta bancária, rendendo juros.

Talvez você não saiba que, se deixar dinheiro em uma conta bancária rendendo juros compostos de 6% ao ano, descontado o índice de inflação, levará doze anos para que ele dobre de valor. No entanto, se você usar o cheque especial a 18% ao mês, levará apenas quatro meses para que a sua dívida dobre de tamanho.

Se você colocar 100 dólares na sua conta e deixar rendendo juros, ao final de dez anos você terá dinheiro suficiente para comprar pneus para o seu carro. Porém, se ficar devendo 100 dólares para o banco durante os mesmos dez anos, no final estará devendo o correspondente ao valor de um carro novo.

4. Independência financeira
Você tem uma estrutura financeira sólida: do que você ganha, sobra para economizar. Você investe o que economiza e seus investimentos constituem uma fonte de renda suficiente e importante no seu orçamento.
 Em qual desses quatro níveis financeiros você se encontra?

Banner Whatsapp Desktop
AL MS
Annelies