05 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Colunas

Claudio Humberto com atos e fatos da política no Brasil

22 dezembro 2013 - 09h00
Cassems

Brasília, domingo, 22 de dezembro de 2013

 

Cláudio Humberto

 

“Não ofereci trabalho para o ministro, mas para o presidiário”

José Gerardo Grossi, advogado que está disposto a empregar José Dirceu

 

Congresso não pode anular ato do STF, diz ministro

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Marco Aurélio,   advertiu que o Congresso não tem poder de cassar ato jurisdicional. Ele se referiu a ameaça do presidente da Câmara, deputado Henrique Alves, de anular decisão do Supremo Tribunal Federal por meio de um decreto legislativo, caso os ministros confirmem a tendência de proibir doações financeiras de empresas privadas para campanhas políticas,

Lição de Direito

Marco Aurélio explicou que a decisão do TSE redefinindo o número de deputados, derrubada por decreto legislativo, era um ato administrativo.

Torre de Babel

O presidente do TSE não crê em crise entre os poderes: “A não ser que vingue a Babel, e aí veremos o estágio democrático em que estamos”. 

Papel do Supremo

Marco Aurélio chama de “arroubo de retórica” as críticas de Henrique Alves: “O STF cumpre seu dever de guardião da Constituição”. 

Quem legisla

Além de Henrique Alves, Renan Calheiros criticou o STF e também o TSE, reclamando da “usurpação” do papel legislativo do Congresso.

Coreia do Norte quer os velhos Mirage do Brasil

O surrealismo é parte do cotidiano cruel na ditadura comunista da Coreia do Norte, agora interessada nos caças Mirage “aposentados” pela FAB e que serão substituídos pelos suecos Gripen. Quem garante é o jornalista francês Franck Guillory, da revista on-line JOL Press, de Paris. O ditador Kim Jong-un quer montar um “esquadrão kamikaze” à moda japonesa, com suicidas levando bombas nos caças franceses.

‘Segredo de Estado’

A negociação, diz ainda o site, é “sigilo total”, por conta das sanções da ONU contra a Coreia do Norte, desafiando Washington e Moscou.

Feira da pechincha

Um general representante do maluco-filho da Coreia do Norte viria a Brasília nos próximos dias, para oferecer US$ 7 milhões por 12 caças.

Panela de pressão

Pyongyang não revelou ao Brasil o objetivo da aquisição, mas exigiu a preservação dos sistemas de voo e ataque dos caças pra lá de usados.

Copa importa

Quando os entrevistadores do Instituto Paraná Pesquisas perguntaram a 2.250 brasileiros se apoiariam protestos durante a Copa do Mundo, eles se dividiram: 47% para cada lado, com indecisão de apenas 6%. A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 7, em 158 municípios de todo País.

Dirceu, o bibliotecário

José Dirceu, 67, terá que trabalhar até os 150 anos para pagar a multa imposta pelo STF no processo do mensalão, com os 30% recolhidos do salário de bibliotecário no escritório do advogado José Gerardo Grossi.

Flutuando em 2014

Lá vêm os pisos flutuantes da Presidência da República, “que, desgastados, afetam a saúde dos usuários e não condizem com a nobreza dos palácios”: R$ 203 mil foram reservados para trocá-los.

Contradição

O senador Paulo Bauer (PSDB) ironiza o fato de o PT ter perdido as últimas eleições em SC, onde o comércio responde por 59% do PIB: “Onde tem gente trabalhando, Partido dos Trabalhadores não tem vez”.

Soberba

Líder do PTB, Jovair Arantes (GO) critica a “soberba do governo” que, para ele, pode levar Dilma a perder apoio: “Eles dizem querer nossa participação, mas não adianta dar ministério um mês antes da eleição”.

Autistas na política

O ex-presidente Lula já nem se surpreende: escuta de ministros, lideranças partidárias, movimentos sociais e sindicalistas reclamações sobre a falta de diálogo no governo Dilma Rousseff.

Remédio salvador

O especialista em turismo Geraldo Bentes ficou preocupado quando o barbeiro, em Brasília, disse que seus cabelos estão caindo. Mas caiu na gargalhada com o “remédio” sugerido: “Use boné do Fluminense...”

Bem na fita

O líder do PRB, George Hilton (MG), é cotado no Planalto para o cargo de vice-líder do governo em 2014 após defender, nas reuniões, a ordem da presidenta Dilma de engavetar projetos que custam caro. 

Na Morales

Já invejamos a Bolívia, que lançou um satélite segurado contra micos explosivos e exibiu o lançamento. O Brasil nem sabe onde caiu o seu.

PODER SEM PUDOR

Olha o passarinho!

Cassado por falta de decoro, após se deixar fotografar vestindo apenas cueca e casaca, Baeta Neves, do PTB, ouviu do colega de partido, Segadas Vianna:

–  Ô Baeta, como é que você se deixou fotografar assim?

–  Sacanagem do fotógrafo. Disse que a foto era só da cintura para cima e agora olha eu aí, sem calças e sem mandato – lamentou o ex-deputado.

_

Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros

www.diariodopoder.com.br

Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE