22 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Saúde

Chá de guaco é meio natural de tratar a gripe

Fort  Atacadista - 21 ANOS
   A gripe A está deixando o mundo inteiro em estado de alerta e medo. Diante da falta de informações, muitas pessoas podem começar a se automedicar, o que pode levar os vírus mais resistentes a se instalarem no organismo, tornando a cura mais difícil.
O virus que está afligindo o mundo todo é uma versão mais forte da gripe comum, causada pelo influenza, e derruba os infectados de uma maneira que não estão acostumados e os torna menos resistentes, com perigo de morte.

  A falta de resistência vem da má alimentação e do estado de salubridade em que o indivíduo vive. Assim, as pessoas que possuem menor qualidade de vida acabam sendo as vítimas fatais. O que poucos ainda sabem é que as mortes não são decorrentes da gripe em si, mas da instalação de bactérias no sistema respiratório do paciente, principalmente nos pulmões.

  Na maioria dos casos, as complicações bacterianas são as mais perigosas e o pulmão, o órgão mais afetado. É preciso também tomar cuidado com a medicação indevida, para não abalar a resistência do próprio organismo quanto aos novos organismos hospedeiros. É aconselhado o uso de antivirótico somente em casos graves, que envolvam febre alta, falta de ar e cansaço extremo. Os casos que requerem maior atenção são os de gestantes, crianças, idosos, diabéticos, obesos e pessoas em quimioterapia.

  Dicas de alimentos que previnem e curam a gripe: A fitoterapia, tratamento através de elementos naturais, é sempre uma ótima recomendação, principalmente por não ter efeitos colaterais. Para a gripe, o guaco é excelente para expectoração dos pulmões, podendo ser ministrado na forma de xarope sem açúcar quatro vezes ao dia.

  Já os complexos de aminoácidos também podem auxiliar na recuperação dos sintomas. Além de sempre destacar a importância das hidratações feitas com soro caseiro.

  Condimentos com gengibre e alho, em comprimidos ou chá, auxiliam na recuperação. Uma alimentação à base de sopas com legumes, frango e sucos de maçã ou pêra é excelente. Os iogurtes e coalhadas podem auxiliar na parte intestinal da doença e frutas frescas como melão e melancia devolvem os minerais perdidos, além de hidratar!

  Estas e outras dicas também podem ser encontradas no livro Dieta Ortomolecular, escrito pela Dra Sylvana Braga, que traz mais de100 receitas para se manter saudável de forma natural.
Banner Whatsapp Desktop
ALMS
AL MS