25 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Caso de Polícia

Cerca de 90 cães foram apreendidos em Pet Shop irregular, e esperam seus donos no Centro de Zoonoses

4 janeiro 2010 - 17h00
Fort  Atacadista - 21 ANOS

    A direção do Centro de Controle de Zoonoses solicita aos proprietários dos cães apreendidos num pet shop na Vila Ieda, interditado na semana passada, que compareçam ao CCZ para buscar seus animais. Estas pessoas devem apresentar documentos pessoais (RG, CPF) e algum comprovante de residência, além de demonstrarem que o cão que forem buscar lhes pertence realmente.

    Durante ação conjunta com a Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista), realizada no dia 30 de dezembro, agentes do CCZ constataram as péssimas condições sanitárias do Pet Shop Conexão Animal, o que provocou sua interdição do local e a apreensão dos 90 cães.

   Foi a segunda vez que o CCZ recebeu denúncia da mesma proprietária de pet shop que, de acordo com a fiscalização, atuava como falsa médica veterinária, uma vez que cobrava por uma “assistência médica” que alegava prestar aos animais. Quando chegavam ao local, os agentes não conseguiam comprovar as denúncias porque a denunciada alegava que ali era sua residência e que os animais lhe pertenciam.

   De acordo com informações dos agentes, a situação encontrada no pet shop da Vila Ieda era a pior possível, com animais doentes compartilhando o mesmo espaço dos animais sadios. De posse de alvará concedido pela Decat, o Centro de Controle de Zoonoses pode fazer a apreensão dos cães e, desde que chegaram ao Centro, oferecer um tratamento adequado aos animais. Agora, os profissionais aguardam os proprietários irem buscá-los no CCZ.

 

Banner Whatsapp Desktop
AL MS
ALMS