27 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
Saúde

Câmara realiza palestra sobre prevenção de câncer bucal, na segunda

6 novembro 2009 - 17h03
Izaias Medeiros
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  Na semana em que se inicia a prevenção do Câncer Bucal, a Câmara Municipal de Campo Grande, juntamente, com a Associação Brasileira de Odontologia (ABO) secção Mato Grosso do Sul, realizará nesta segunda-feira (09), uma Conferência, na qual orientará a população campo-grandense de como se prevenir do câncer bucal.

  Com a proposição do presidente do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso do Sul, dr° Silvano da silva Silvestre e do presidente do Poder Legislativo Municipal , vereador Paulo Siufi, a palestra será realizada às 09 horas, no Plenário Oliva Enciso, da Câmara Municipal, localizada na rua Ricardo Brandão, 1600 – Jatiúka Parque.

  Doença - O câncer bucal é, no Brasil, um sério problema de saúde pública e representa entre as neoplasias, a nona maior incidência, ou seja, cerca de 3,8% (Ministério da Saúde, 1999).

  De acordo com os dados do Ministério da Saúde, em 1987 o câncer de boca foi responsável por 1,6% do total de óbitos no país. De 1986 a 1993 o índice de detecção de carcinomas "in situ" permaneceu estável, indicando portanto, a necessidade de implantação de Programas e Campanhas que visem a detecção precoce do câncer de boca.

  A Semana de Prevenção ao Câncer Bucal acontece no mês de novembro, de acordo com a lei municipal nº 4.733, de 03 de junho de 2009, de autoria do vereador Paulo Siufi. A lei prevê ainda a realização de encontros, debates, campanhas educativas e outras atividades voltadas para a orientação e a prevenção do câncer bucal.

  Câncer Bucal - O câncer bucal é um tipo de tumor que ocorre geralmente nos lábios, dentro da boca, na garganta, nas amígdalas ou nas glândulas salivares. É mais freqüente em homens do que em mulheres e atinge principalmente pessoas com mais de 40 anos.

  Os fatores de risco mais predominantes são o fumo e o excesso de bebida alcoólica. O diagnóstico precoce é considerado fundamental para o sucesso do tratamento. As consultas regulares ao dentista ou ao médico são importantes para diagnosticar o tumor.

  Os principais sinais do câncer bucal são ferida nos lábios, gengiva ou interior da boca, que sangra facilmente; caroço ou inchaço na bochecha; manchas brancas ou vermelhas na gengiva, língua ou qualquer outra parte da boca; dificuldade para mastigar ou engolir.

  Prevenção - O fumo é responsável por 80 a 90% das causas de câncer bucal Quando uma pessoa pára de fumar, mesmo depois de vários anos de consumo, reduz significativamente o risco de contrair a doença .

  O consumo excessivo de bebidas alcoólicas também aumenta a incidência do câncer bucal. Já a combinação fumo/álcool torna esse risco ainda maior. O tratamento consiste, predominantemente, em cirurgia, seguida de radio ou quimioterapia.

 

 

 

 

 

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
TCE - Devolução Auxílio Emergencial