28 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
TOCHA OLÍMPICA

Brasília abrirá revezamento da tocha olímpica pelo País

A chama desembarca no País no dia 3 de maio, após começar a sua jornada, em 21 de abril, na Grécia, onde será acesa em Olímpia, cidade-berço dos Jogos.

23 fevereiro 2016 - 17h45DA REDAÇÃO
Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Brasília será a primeira cidade brasileira a receber a Tocha dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A chama desembarca no País no dia 3 de maio, após começar a sua jornada, em 21 de abril, na Grécia, onde será acesa em Olímpia, cidade-berço dos Jogos.

Depois de um rápido trajeto pela Grécia e pela sede do Comitê Olímpico Internacional, na Suíça, a chama será entregue ao Brasil. Durante 90 dias, a Tocha Olímpica vai percorrer cerca de 330 cidades brasileiras e chega ao Rio de Janeiro no dia 5 de agosto para a abertura dos jogos Olímpicos.

O cenário onde a tocha estreia em solo brasileiro não poderia ser mais representativo da modernidade e da vanguarda na arte e na arquitetura. Brasília, destino de estudo de arquitetos de todo o mundo, é um verdadeiro museu a céu aberto. Os traços sinuosos de Oscar Niemeyer, o traçado urbano surpreendente de Lúcio Costa, o paisagismo de Roberto Burle Marx, a arte gráfica de Athos Bulcão, só para citar o time pioneiro, compõem um mosaico de referências imperdíveis para públicos de interesses diversos.

O Ministério do Turismo, que enxerga no revezamento da tocha a grande oportunidade de nacionalização dos Jogos Olímpicos, investiu cerca de R$ 23,8 milhões, em obras de infraestrutura turística para tornar a capital um grande atrativo nacional e internacional.

A mais recente intervenção, que teve grande impacto na Copa do Mundo, foi a sinalização turística trilíngue nos principais atrativos brasilienses.

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
AL MS