22 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
INTERNACIONAL

Brasil é referência internacional no combate à pobreza e desigualdades

País incorporou a agenda dos Objetivos do Milênio às suas políticas públicas, segundo Niky Fabiancic, representante da ONU no Brasil.

12 fevereiro 2016 - 09h28DA REDAÇÃO
Divulgação

O Brasil incorporou a agenda dos Objetivos do Milênio às suas políticas públicas nos últimos 10, 15 anos, e, por isso, conquistou progressos muito significativos na redução da pobreza e das desigualdades. A avaliação é do coordenador-residente do Sistema Nações Unidas (ONU) no Brasil, Niky Fabiancic, que esteve reunido nesta quinta-feira com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello.

Fabiancic, que também é representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) no Brasil, discutiu hoje com a ministra Tereza Campello a continuidade de parcerias técnicas e o acompanhamento das políticas públicas executadas pelo governo federal. Ele ressaltou a vontade política do governo brasileiro para o sucesso das políticas sociais.

O representante do Pnud destacou ainda a importância do protagonismo do Brasil na discussão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos para serem alcançados até 2030. “Os Objetivos do Milênio foram uma agenda para países em desenvolvimento. O Brasil contribuiu para que a agenda de discussão dos ODS fosse uma agenda universal”, disse. “O País mostrou uma liderança ao discutir a intersetorialidade, a integralidade dos objetivos. Temos de trabalhar em avanços em todas as frentes para obter um desenvolvimento”, completou Fabiancic.

Ele também exaltou a trajetória brasileira e se recordou de uma parceria com o governo brasileiro ainda quando era coordenador residente do Sistema das Nações Unidas na República Dominicana para a construção de programas sociais semelhantes ao Bolsa Família naquele país. “O Brasil, com a sua experiência, já está contribuindo com outros países para alcançarem seus objetivos”, afirmou.

A Agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) é composta por 17 objetivos e 169 metas para países desenvolvidos e em desenvolvimento. Entre as propostas estão erradicar a fome e a pobreza, reduzir a desigualdade, promover a agricultura sustentável, saúde, educação e igualdade de gênero, além de garantir a todos o acesso à água, ao saneamento e à energia sustentável.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS