19 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
aquecimento global

Com recordes de calor em MS, 2020 deve ser um dos três anos mais quentes da história

Na primeira semana de outubro, Água Clara chegou a registrar 44,4°C, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), com sensação térmica de 52°C

2 dezembro 2020 - 11h20Da Redação
Várias cidades de MS teve calor fora do normal
Várias cidades de MS teve calor fora do normal - (Foto: Geone Bernardo)

Com o avanço do aquecimento global, o ano de 2020 deve terminar como um dos três anos mais quentes do registro histórico, e a década de 2011 a 2020 como a mais quente desde que a temperatura começou a ser medida, no fim do século 19. Municípios do Mato Grosso do Sul bateram recordes de temperatura neste ano. Na primeira semana de outubro, Água Clara chegou a registrar 44,4°C, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), com sensação térmica de 52°C.

Os incêndios no Pantanal neste ano foram recordes desde o início das medições, em 1998, pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), piorados em parte pela seca intensa e pelas altas temperaturas. A cidade de São Paulo teve a segunda maior temperatura da sua história. A estimativa é da Organização Meteorológica Mundial (OMM) com base na situação observada entre janeiro e outubro deste ano.

“A temperatura média global em 2020 deve ficar em cerca de 1,2°C acima do nível pré-industrial (1850-1900). Há pelo menos uma chance em cinco de exceder temporariamente 1,5°C até 2024”, afirmou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, em comunicado à imprensa. Conter o aquecimento do planeta em 1,5°C até o fim do século é o objetivo mais ousado do Acordo de Paris, estabelecido em 2015, mas parece estar cada vez mais longe de ser alcançado.

Queda na temperatura em MS - Os primeiros 15 dias de dezembro em Mato Grosso do Sul, prometem ser de muita chuva. A partir de quinta-feira (3) as áreas de instabilidades ganharam mais força no Estado, trazendo chuvas em todas as regiões com possibilidade de tempo adverso como chuvas intensas, ventos fortes raios e granizo.

Os maiores acumulados se concentraram na parte sul e leste com acumulado de até 80 milímetros. Nas outras áreas é esperado até 40 milímetros acumulados.

A partir do dia 9 até o dia 17, as chuvas continuarão a ocorrer em MS, de forma generalizada e com acumulado entre 100 a 125 milímetros estimados em todo o Estado até o final do período. Dezembro é um dos meses mais chuvosos no Estado.

Banner Whatsapp Desktop