07 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saneamento

Águas conclui Programa Sanear Morena 2 que ampliou sistema coleta e e tratamento esgoto

Com o Sanear Morena 2, o esgotamento sanitário atualmente está disponível para 73% da população da C
Com o Sanear Morena 2, o esgotamento sanitário atualmente está disponível para 73% da população da C - Divulgação
Cassems
Entre os anos de 2010 e 2013, a concessionária investiu R$ 57 milhões em obras que incluíram a implantação de 141.461,06 metros de rede coletora, 15.033 novas ligações domiciliares, além de uma nova estação de tratamento de esgoto. A estimativa é que mais de 48 mil moradores de 33 bairros da Capital tenham sido beneficiados com o serviço de saneamento básico. Com o Sanear Morena 2, o esgotamento sanitário atualmente está disponível para 73% da população da Capital, ultrapassando a meta estabelecida no lançamento do programa, quando o previsto era elevar o índice a 70%.
 
 As obras contemplaram bairros populosos, como o Santo Amaro, Zé Pereira, Santo Antônio, Jardim Imá, Jardim Panamá e Santa Carmélia, além de toda a extensão da Avenida Júlio de Castilho. Todo o esgoto coletado pela Águas Guariroba é tratado antes de ser lançado nos córregos – contribuindo para a conservação do meio ambiente. Com o objetivo de atender os bairros contemplados no Sanear Morena 2, foi construída uma nova estação de tratamento com capacidade inicial para receber 10 milhões de litros de esgoto por dia – a ETE Imbirussu, localizada no Polo Empresarial Oeste, saída para Aquidauana. 
 
Inaugurada em 2013, a estação de tratamento de esgoto ETE Imbirussu é uma das mais modernas do Brasil. Compacta e eficiente, a estação possibilitou a desativação de duas unidades antigas, a ETE Coophatrabalho e a ETE Sayonara. O esgoto é transportado para o tratamento por meio de 13.300 metros de interceptores – tubulação de grande diâmetro também implantada por meio do programa. 
 
Com a conclusão do Programa Sanear Morena 2, a Águas Guariroba prevê mais R$ 636 milhões em investimentos para universalizar o acesso ao saneamento básico para toda a Campo Grande até 2025. O primeiro passo é a ampliação da maior estação de tratamento de esgoto da cidade, a ETE Los Angeles, em 25% de sua capacidade. As obras já estão em andamento. Através do Programa Sanear Morena 3, a Águas Guariroba, empresa da Aegea (holding de saneamento do Grupo Equipav) deverá implantar dois milhões de metros de rede de esgoto. Estão previstas ainda a instalação de 45 mil metros de interceptores, 126 mil novas ligações domiciliares, além da construção de uma nova estação de tratamento de esgoto e ampliação das duas já existentes – a ETE Los Angeles e a ETE Imbirussu. Cerca de 240 mil moradores de 418 bairros deverão ser contemplados.
 
Com os investimentos, Campo Grande deverá ser uma das primeiras capitais brasileiras com 100% de esgoto coletado e tratado. Segundo o presidente da Águas Guariroba, José João Fonseca, o saneamento básico traz benefícios imediatos para a saúde e qualidade de vida das pessoas. Outro impacto positivo é a conservação do meio ambiente urbano, principalmente dos mananciais. “Na primeira fase do Sanear Morena, de 2006 a 2008, investimos R$ 198 milhões para duplicar o acesso à rede de esgoto. Só neste período, foi comprovada a redução de 34% nos casos de doenças relacionadas à falta de saneamento”, destaca.
 

 

Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE