29 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Imposto

A partir de setembro mais, 1370 empresas terão de emitir nota fiscal eletrônica

JADER - mais modernização a vista
JADER - mais modernização a vista - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  A partir do dia 1º de setembro, mais 1.370 empresas de 54 segmentos serão obrigadas a emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), totalizando 1.757 empresas em Mato Grosso do Sul que aderiram ao meio eletrônico. “Se essas empresas não emitirem NF-e, a mercadoria será retida no posto fiscal e a empresa será autuada e multada”, afirma o coordenador geral de Modernização e Inteligência Fiscal da secretaria estadual de Fazenda (Sefaz), Jader Rieffe Julianelli Afonso.

  As 1.370 empresas, obrigadas a partir do próximo mês, pertencem a 54 setores, entre eles: moagem e fabricação de trigo; produtores e atacadistas de café; fabricantes de óleos vegetais; fabricantes e atacadistas de laticínios; setor de madeireiras; atacadistas de produtos alimentícios em geral; fabricantes de tratores, peças e acessórios; concessionárias de veículos novos; fabricantes de alimentos para animais e fabricantes de papel.

  Segundo Jader, já foram autorizadas e emitidas três milhões de notas fiscais eletrônicas desde a implantação da NF-e em MS, em abril de 2008. Apenas nos segmentos obrigados a emitir a nota eletrônica, até agora, houve um incremento de 11% no número de notas fiscais emitidas em relação à forma anterior (papel).

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
AL MS