20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Festa no Interior

10º Festival de Inverno de Bonito: Exposição Arte aos Pedaços apresenta obras com material reciclad

30 julho 2009 - 16h00
Fort  Atacadista - 21 ANOS

   A reflexão sobre a transformação do lixo em arte, fazendo o público pensar numa saída para rumos da natureza. Esta é a proposta da exposição Arte aos Pedaços, que acontece durante todo o 10º Festival de Inverno de Bonito no EcoEspaço.

  “São exposições que nos levam a pensar em como a reutilização de materiais que já foram lixo podem virar peças de arte muito bonitas e algumas com conceitos bastante intensos sobre a preservação do meio ambiente”, observa um dos coordenadores do EcoEspaço, Renderson Valentin.

  Ferro retorcido vira um “Homem alto” ou uma “Cabeça de boi”; compensados de madeira utilizados na construção civil se tornam telas que retratam questões ambientais; sobras de skate viram cadeira com grafismos e até bagaço de cana-de-açúcar se transforma em luminárias e abajures coloridos.

  “Na tela ‘Nossa Senhora das Queimadas’ o artista Mozart Fernandes mostra seu estilo agressivo”, comenta Renderson sobre uma obra do expositor que mostra a simbologia de uma santa com máscara cirúrgica em meio ao fogo da mata. As obras de Mozart são feitas em madeira de compensado retratando toda a simbologia da ecologia para uma reflexão sobre a preservação.

  Torno e solda são as técnicas utilizadas pelo sul-africano Neil Preence, que reutiliza ferro que já foi lixo para suas obras de arte com características que também denotam o meio ambiente. A exposição apresenta trabalhos de Preence que indicam ainda alguns símbolos do Pantanal, o que funciona como uma ponte de sua arte para a nossa cultura.

   Meola, Tetê e Cristiano são artistas que apresentam na exposição réplicas de barcos e naus de diversas etnias, todas formuladas com material reciclável. O trabalho de pesquisa também é visível nas réplicas, como na miniatura de uma embarcação egípcia, confeccionada em meados de 4.000 a.C.

   Cadeiras, com madeira que um dia foram outro material fazem parte das obras do artesão Rodrigo Maciel, um de seus trabalhos é feito com restos de skate, inutilizados pelo irmão, praticante do esporte.

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
ALMS