26 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Festa no Interior

10º Festival de In. Bonito: Mercado Cênico leva o existencialismo de Sartre para o EcoEspaço

28 julho 2009 - 21h00
Fort  Atacadista - 21 ANOS

O Mercado Cênico leva o existencialismo de Jean Paul Sartre para o 10º Festival de Inverno de Bonito. A peça "Paredes Revisitadas" acontece no EcoEspaço, na sexta-feira (31), a partir das 21h.

     A peça "Paredes Revisitadas” é composta por poucos movimentos, poucos gestos e não existe toque físico. Uma sala, “baratas” e o inferno. Seu objetivo é questionar a condição humana, em suas crenças e ações. O espetáculo é um drama que mostra a linha tênue que existe entre o ato bom e mau dos seres humanos. Ele é baseado na obra do filósofo francês Jean-Paul Sartre, cujo existencialismo é fundamentado na morte como uma contingência.

     O diretor da peça, Vitor Hugo Samudio, adaptou de forma intrigante e curiosa a história de três personagens que juntos descobrem o verdadeiro inferno por meio de suas condutas, frustrações. É rompida a “carapaça” dos personagens e encontra-se seres humanos negligentes e repugnantes.

     A peça mostra Garcia, um literato, Inês, uma funcionária pública e lésbica e Estela, que tem um complexo de aceitação e usa seu corpo em diversas situações. Eles são levados até uma sala fechada e terão que permanecer para sempre ali, enclausurados, condenados a uma vida sem interrupção. Eles têm somente a companhia do outro. Começam a convivência eterna, crucial. A consciência de cada um se esbarra no muro do outro. Inês se sente atraída por Estela, que se sente atraída por Garcia, que tenta se esquivar até o momento em que revela que não poder amar Estela, porque a conhece demais. Então Estela, movida por seu complexo, traz para Garcia a questão do desejo. Ela só precisa disso.

     Nos primeiros instantes do drama eles ainda mantêm relação com o mundo terreno, ouvindo colegas, mulheres, maridos, etc. Mas, só até o momento em que são desligados por completo dessas vozes e imagens. Assim, passam a depender da aceitação dos companheiros, sentimento que mistura ternura e ódio.

     Vitor Hugo Samudio é diretor do "Mercado Cênico", núcleo de teatro de Campo Grande. Seus últimos trabalhos foram os espetáculos "Os Possessos" (São Paulo-2008), em que atuou como ator e diretor sob direção geral de Antônio Abujamra, e "Nostalgias Femininas" (2005), no qual assinou a direção e percorreu cidades do interior e outros estados do Brasil. Samudio é membro do Conselho Estadual de Cultura de Mato Grosso do Sul, além de desenvolver projetos de formação na capital e no interior do Estado.

     10º Festival de Inverno de Bonito

    O Festival de Inverno de Bonito é um evento anual de cultura brasileira realizado em Mato Grosso do Sul entre os meses de julho e agosto. A criação, concepção e significância no âmbito cultural propõem a cada ano um encontro de gerações. Esta diversidade é alcançada por meio de propostas artísticas e culturais vanguardistas que enfatizam o conhecimento.

     Iniciou-se em 2000 como um evento que buscava apresentações artísticas com apelo turístico, mas evoluiu ao longo das suas edições para uma celebração da cultura brasileira focada na discussão do meio ambiente e ecologia. Na 10ª edição, o Festival se mostra como um evento pleno e maduro, que se dedica a todas as formas de cultura de vanguarda, música, artes plásticas e cênicas, literatura.

 

Banner Whatsapp Desktop
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
PMCG