03 de dezembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PREF DE MJU
brasil

Fora do G-4 da Série B, Rayan fala em fazer história na Ponte Preta

Ele acredita que o time precisa ser mais compacto para sofrer menos gols

29 outubro 2020 - 19h03
A gente está trabalhando muito a questão da compactação do nosso time, disse o jogador
"A gente está trabalhando muito a questão da compactação do nosso time", disse o jogador - (Foto: Ferroviária/ Divulgação)
Fort Atacadista Natal

O momento da Ponte Preta não é nada bom. Com três derrotas nos últimos quatro jogos, o time deixou o G-4 - a zona de acesso à primeira divisão - da Série B do Campeonato Brasileiro. Mas isso não abala o zagueiro Rayan, que fala em fazer história, inclusive com a conquista do tão sonhado título.

"Ainda falta um jogo do primeiro turno e depois temos um segundo turno todo pela frente para a gente fazer história na Ponte. Não é só eu, mas todos os jogadores estão empenhados em fazer isso", disse o defensor.

Rayan, que voltou na derrota para o CRB, por 1 a 0, em Maceió, no último sábado, depois de dois meses afastado por conta de uma fratura na fase, acredita que o time precisa ser mais compacto para sofrer menos gols.

"A gente está trabalhando muito a questão da compactação do nosso time. Eu falava com meus amigos de defesa e sempre tinha a impressão do time estar muito aberto, muito espaçado. E quando acontece isso cai bastante na defesa. Mas a gente vem treinando muito essa questão", comentou Rayan.

Mesmo aparecendo na sexta colocação e a um ponto do G-4, a Ponte Preta tem a segunda pior defesa da Série B. São 26 gols sofridos em 18 jogos, na frente apenas do lanterna Oeste, que sofreu 34.

Na próxima segunda-feira, a Ponte Preta encerra sua participação no primeiro turno contra o Figueirense, às 17h30, no estádio Moisés Lucarelli.

Banner Whatsapp Desktop
Natal Comper

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Comper sem sair de casa
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia
PREF DE MJU