23 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
SESI - Campanha Protocolo de Atendimento
ESPORTE

Após 11 dias quarentena, Hugo Calderano volta a treinar na Alemanha

O brasileiro se prepara para enfrentar, nesta sexta-feira, o Fulda-Maberzell e no domingo o Werder Bremen

19 outubro 2020 - 14h00
O atleta Hugo Calderano
O atleta Hugo Calderano - ( Foto: Estadão )
Fort Atacadista Natal

Após 11 dias de quarentena, por causa de um caso de covid no Ochsenhausen, sua equipe na Alemanha, o mesa-tenista Hugo Calderano voltou a treinar, nesta segunda-feira. O brasileiro se prepara para enfrentar, nesta sexta-feira, o Fulda-Maberzell e no domingo o Werder Bremen. O compromisso seguinte será na China, onde será disputada a Copa do Mundo Masculina e o World Tour Finals.

Número 6 do ranking mundial, Calderano garantiu que aproveitou o período de quarentena da melhor maneira possível. "Nunca é fácil ficar em quarentena. Neste tempo, procurei me manter em forma, pois não dava para fazer muita coisa. Não dava também para trazer uma mesa para casa. Até porque estou sozinho desta vez, pois o Vitor (Ishiy) não está aqui, não ia servir para muita coisa. Fiz meus treinos físicos. Aproveitei para dar uma arrumada na casa e ler um pouco."

Apesar do período afastado prejudicar no rendimento, o brasileiro considera extremamente necessário e coloca a saúde como prioridade. "A gente tinha jogado algumas partidas da Bundesliga e tivemos que adiar quatro jogos. Todo mundo entende, a prioridade é a saúde, está certo o que eles estão fazendo aqui na Alemanha. Atrapalha o fato de não poder treinar por esse tempo longo. Voltamos a treinar e já temos a próxima partida e depois viajo para a China. É inevitável que a gente não perca um pouco da técnica na mesa."

Se a técnica é um pouco afetada, a confiança segue inabalável. O Ochsenhausen ainda não perdeu na nova temporada, o que deixa Calderano muito satisfeito, com a certeza de que tudo se encaminha para grandes conquistas. "Nos últimos anos, não começamos tão bem a temporada. Então, foi muito bom começar com duas vitórias na Bundesliga e uma na Copa. Dá uma tranquilidade maior, principalmente neste contexto bem difícil com o coronavírus. Todo mundo estava ansioso para voltar a competir e foi muito bom voltar com estas vitórias. Particularmente, acho que voltei num nível muito bom", analisa.

CORONAVÍRUS

 Na Europa, o número de casos de covid-19 voltou a aumentar. "Os números estão subindo, infelizmente. É normal, todo mundo sabia que isso poderia acontecer. As coisas começaram a abrir, o pessoal começou a ficar descuidado. É natural, é muito difícil você ficar sempre isolado, sempre em quarentena. Todo mundo tem que voltar a se conscientizar e continuar tomando cuidados", disse o brasileiro.

Banner Whatsapp Desktop
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia