24 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracajunov
ESPORTE

Carille opta por equilíbrio e nega Corinthians ofensivo contra o Santos

2 junho 2017 - 17h50
Fort Atacadista Natal

O Corinthians entra em campo pela primeira vez na temporada para jogar um clássico como favorito. Mesmo assim, o técnico Fábio Carille nega que vá mudar a postura da equipe para enfrentar o Santos neste sábado, às 19h, no Itaquerão. O treinador deu uma resposta bem-humorada ao comentar se mandará a equipe para cima do rival, justamente por viver um momento melhor.

"Meus jogadores jamais vão ouvir isso de atacar, de que vamos para cima", disse, sorrindo em seguida. "Futebol é equilíbrio. Tem que respeitar qualquer equipe, que seja o Santos ou o Linense, tem que controlar os 90 minutos. É saber atacar e defender, atacar marcando. São coisas repetitivas, mas que são necessárias", completou o comandante corintiano.

Para reforçar sua ideia de equilíbrio, ele destaca que em 33 jogos na temporada (contando a Florida Cup), o Corinthians foi vazado apenas em 17 jogos. "Isso é um baita número. Não sei se tem alguém no mundo com essas marcas. Talvez Juventus ou Real Madrid, não sei, mas no Brasil, creio que estamos bem à frente dos demais. Deixei claro, quando assumi o comando da equipe, que minha prioridade era deixar a defesa bem sólida", explicou.

Em relação ao time para sábado, não há mistérios. Jadson treinou normalmente e jogará. O único desfalque é Balbuena, que correu em torno do gramado nesta sexta-feira, ao lado de Giovanni Augusto, e ambos estão próximos de voltar a ficar à disposição do treinador. Mas ambos estão fora da partida deste sábado.

"Equipe é a que treinou e vocês viram. Espero um jogo de muita intensidade, pressionar o Santos o tempo todo no campo deles e precisamos ficar atento com o Ricardo Oliveira. Prevejo um jogo estudado, mas depois com bastante intensidade", projetou o treinador corintiano.

Banner Whatsapp Desktop
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia