22 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
basquete

Brasil supera o Paraguai com facilidade e vence a 4ª seguida nas Eliminatórias

Com isso, manteve a invencibilidade e fechou o ano com 100% de aproveitamento no classificatório para o torneio de 2022

28 novembro 2020 - 14h33
Caio Pacheco, com a bola, foi o destaque do Brasil na vitória sobre o Paraguai pelas eliminatórias da Copa Amperica
Caio Pacheco, com a bola, foi o destaque do Brasil na vitória sobre o Paraguai pelas eliminatórias da Copa Amperica - (Foto: FIVB)

O Brasil não deu chances para o Paraguai e conquistou a quarta vitória seguida nas Eliminatórias da Copa América Masculina de Basquete. No Ginásio do Obras Sanitárias, no segundo desafio em Buenos Aires, a seleção brasileira foi superior em todos os quartos, abriu boa margem e venceu por 73 a 50. Com isso, manteve a invencibilidade e fechou o ano com 100% de aproveitamento no classificatório para o torneio de 2022.

O triunfo mantém o Brasil como único invicto do Grupo B, com quatro triunfos. Como os três primeiros avançam à Copa América, adiada para 2022 em função da pandemia do coronavírus, a seleção está muito perto de conseguir a vaga.

Para alcançar a liderança invicta da chave, o Brasil derrotou o Uruguai duas vezes em fevereiro, por 83 a 72 e 83 a 76 e, agora, na retomada da competição, em novembro, superou o Panamá por 77 a 71 e o Paraguai por 73 a 50.

A seleção masculina volta à quadra em fevereiro de 2021, encerrando as Eliminatórias da Copa América, contra Paraguai e Panamá. E em junho, disputa uma vaga na Olimpíada de Tóquio no Pré-Olímpico de Split, na Croácia, diante de Tunísia, Croácia, Rússia, México e Alemanha.

Caio Pacheco, de 21 anos, que já havia brilhado diante do Panamá, foi mais uma vez o cestinha do Brasil, com 18 pontos e três assistências, além de dois roubos de bola. Ele se mostrou à vontade e ambientado ao duelo em Buenos Aires, já que atua no Bahía Basket, da Argentina. O jovem armador chama a atenção pela velocidade e talento. Gui Carvalho também se destacou, com 10 pontos e seis rebotes, e Lucas Mariano também anotou dez pontos, com quatro rebotes.

O time brasileiro atropelou o Paraguai no primeiro quarto, vencendo 30 a 7. No começo, deu a impressão de que construiria uma vitória acachapante, mas o ritmo caiu a partir do segundo período, quando o técnico Aleksandar Petrovic optou por fazer experiências. No entanto, mesmo com uma certa acomodação, a equipe conseguiu administrar a vantagem para seguir com folga na liderança do placar.

No segundo tempo, os paraguaios tentaram esboçar uma reação e contaram com muitos erros da seleção brasileira para reduzir a desvantagem. Porém, frágil tecnicamente, o time paraguaio não manteve o ímpeto e viu o Brasil voltar a crescer no último período, vencido por 14 a 8.

Para as partidas deste fim de semana, Petrovic optou por chamar os jovens que atuam no Brasil. Deu chances para Gui Carvalho e Márcio, campeões sul-americanos sub-17 e com apenas 18 anos, e manteve garotos já mais rodados como Georginho, Jaú, Alexey e Yago.

Banner Whatsapp Desktop