20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
ESPORTE

Adversário do Flamengo na Libertadores, Del Valle tem quatro casos de covid-19

Resultados positivos foram divulgados 11 dias após o confronto contra a equipe rubro-negra, que vive surto da doença e seu elenco

28 setembro 2020 - 13h30
Independiente del Valle superou o Corinthians para chegar à decisão da Sul-Americana
Independiente del Valle superou o Corinthians para chegar à decisão da Sul-Americana - ( Foto: José Jacome/Efe)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

O Independiente del Valle, que virá ao Rio, nesta quarta-feira, para enfrentar o Flamengo, em partida válida pela Copa Libertadores, anunciou que quatro de seus atletas testaram positivo para a covid-19. Os testes foram realizados no sábado e esses jogadores já estão isolados dos demais membros da delegação do clube.

O Del Valle divulgou que acionou autoridades sanitárias do Equador, a Conmebol, a Federação Equatoriana de Futebol (FEF), responsável pela organização do campeonato nacional, e seus adversários da última semana: o Junior Barranquilla e o Barcelona de Guayaquil.

O surgimento desses casos positivos se dá menos de duas semanas após a equipe ter enfrentado o Flamengo, que atualmente registra um surto da doença em seu elenco, que começou justamente depois da passagem pelo Equador. A presença de jogadores infectados no Del Valle serve de alerta para o Barcelona de Guayquil e para o Palmeiras, últimos dois adversários do rubro-negro.

O clube equatoriano, no entanto, realizou testes para covid-19 após a partida e não detectou novos casos. Já o Palmeiras, que empatou com o Flamengo neste domingo, após uma série de reviravoltas em relação à realização da partida, passou por exames nesta segunda-feira e o resultado ainda não foi divulgado.

O jogo entre Del Valle e Flamengo é considerado uma incógnita. O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ), em decisão publicada no domingo, determinou que o departamento de futebol do clube carioca passasse por quarentena de 15 dias, sem poder disputar qualquer partida, treinar ou viajar.

A decisão, no entanto, foi derrubada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) para que o jogo diante do Palmeiras fosse realizado. O TST alegou que a partida aconteceu em São Paulo, portanto, fora da jurisdição do TRT-RJ. Não se sabe, contudo, a expansão do veto. Até o momento, a partida válida pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores está mantida.

Banner Whatsapp Desktop
AL MS
PMCG