21 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
AUMENTO NAS VENDAS

Vendas de "Dia das Crianças" tem chances de ser 5% maior que o ano passado em Mato Grosso do Sul

O levantamento indicou que entre as pessoas que possuem afilhados, sobrinhos ou filhos, 38% admitiram que as crianças estão ansiosas, em função do isolamento social/suspensão das aulas presenciais

22 setembro 2020 - 10h00Carlos Ferreira
O gasto médio poderá alcançar R$ 230,55 e apenas 30% da população tenderá a comemorar a data
O gasto médio poderá alcançar R$ 230,55 e apenas 30% da população tenderá a comemorar a data - (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Mesmo com a pandemia, as vendas de "Dia das Crianças" deve crescer 5% em Mato Grosso do Sul, se comparado com o ano passado. Conforme o levantamento da Fecomércio e Sebrae-MS divulgado hoje (22), o crescimento das vendas, chegam a superar os 40% em datas como o Dia das Mães e Dia dos Namorados.

A previsão é de 5% de aumento na movimentação, ao atingir R$139,15 milhões, dos quais R$36,17 milhões (26%) serão destinados às comemorações e R$ 102,99 milhões (74%) a compra de presentes.  O gasto médio poderá alcançar R$ 230,55 e apenas 30% da população tenderá a comemorar a data.

O levantamento indicou que entre as pessoas que possuem afilhados, sobrinhos ou filhos, 38% admitiram que as crianças estão ansiosas, em função do isolamento social/suspensão das aulas presenciais.

Dos que não irão presentear, 29% estão sem dinheiro e 12% estão receosos em relação ao cenário atual. Mais de 50% darão prioridade a brinquedos (39%), roupas (31%) e calçados (21%).

As compras deverão se concentrar nas lojas físicas 83%, mas há um forte destaque para internet 12% e ao fato de 17% pedirão a entrega em domicílio.

Na hora de fazer as compras, 39% esperam benefícios para pagamento à vista, 25% vão considerar o atendimento, 24% o parcelamento, 13% as medidas sanitárias e 11% terão como fator preponderante o bairro em que está localizado o estabelecimento.

Em relação às cidades do interior do Estado, os maiores gastos médios com presentes ocorrerão em Corumbá/Ladário (R$188,30), em Dourados (R$155,62) e Coxim (R$152,52). Assim como com as comemorações, cujos os valores, respectivamente poderão alcançar, R$136,91, R$126,25 e R$111,28.

Na hora de fazer as compras, a economista do Sebrae/MS, alerta que o lojista precisa fazer a diferença no atendimento de seu comércio. “Uma vez que o consumidor pretende ir às lojas, é o momento de mostrar a este consumidor, primeiro que o comércio dele é um ambiente seguro tanto para os pais quanto pelas crianças; momento de reduzir o nível dos estoques que ficou parado por bastante tempo; de retomar capital de giro, dessas empresas terem um fôlego para começarem a se preparar para o final do ano e talvez a gente continue a ver um cenário um pouco mais brando, desde que as taxas da pandemia continuem em queda, e tenhamos um cenário mais positivo para os próximos meses”, finaliza.

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
AL MS