21 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Economia

Produção de açúcar cresce 10% no Brasil

15 dezembro 2009 - 13h49
Fort  Atacadista - 21 ANOS

 O valor é recorde e representa cerca de 20% da produção mundial. Essas previsões foram divulgadas pelo coordenador do Departamento de Açúcar e Álcool do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Luís Carlos Job.

  O coordenador do Mapa também disse que um dos motivos para a alta brasileira é a queda na produção de açúcar em diversos países. "Por razões internas, a Índia, segundo maior produtor mundial, apresentou grandes quedas de produção, nos dois últimos anos, e terá que importar entre seis e oito milhões de toneladas até o final de 2010", informou Job.

  Ele explica que, nos últimos três anos, houve redução significativa nos estoques mundiais para compensar o déficit de produção indiana. Esse fato, além de alavancar a commodity brasileira, deve manter elevado o preço do açúcar no mercado internacional, que foram os maiores em quase 30 anos.

  Futuro - Países como Índia, Estados Unidos, Tailândia, China e México, deverão apresentar pequena recuperação na produção canavieira, além de usar seus próprios estoques, disse Luís Carlos Job. "No mercado futuro, a tendência é de queda gradativa no preço do açúcar até 2011.

  O açúcar bruto deverá passar dos atuais US$ 480/tonelada para US$ 390/tonelada e o refinado, de US$ 540/tonelada para US$ 490/tonelada", observou. Mantida essa tendência de preços altos no mercado internacional, é provável que a produção de açúcar cresça em detrimento do álcool nas próximas duas safras.

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
ALMS