02 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Economia

Juro para pessoas físicas é o maior desde agosto de 2012, diz Anefac

11 março 2014 - 12h07
A taxa média de juros cobrada das pessoas físicas nas operações de crédito subiu para 97,16% ao ano em fevereiro, segundo pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). A taxa é a mais alta desde agosto de 2012. Em janeiro, o juro médio era de 93,39% ao ano.
 
Das seis linhas de crédito ao consumidor pesquisadas, todas foram elevadas no mês. No cartão de crédito, a taxa passou a barreira dos 200% ao ano – elevou-se de 192,94% ao ano em janeiro para 216,59% ao ano em fevereiro. É a maior taxa desde setembro de 2012.
No cheque especial, os juros médios passaram de 152,66% para 154,06% ao ano, a maior desde junho de 2012, quando ficou em 158,04%.
 
Para o empréstimo pessoal em bancos, a taxa média anual subiu de 46,96% em janeiro para 47,64% em fevereiro. Em financeiras, a taxa média passou de 130,32% para 130,84% ao ano. Houve alta também nas taxas de juros do comércio (de 66,69% para 98,81% ao ano) e do financiamento de automóveis (de 22,28% para 33,14% ao ano).
 
Para as pessoas jurídicas, os juros do crédito também subiram em fevereiro. A taxa média passou de 47,47% ao ano em janeiro para 47,98% no mês passado – a maior taxa desde agosto de 2012.
 
Segundo a Anefac, é provável que as taxas de juros das operações de crédito voltem a subir nos próximos meses, uma vez que a taxa básica de juros – a Selic – deve ter nova alta para responder à alta da inflação.
Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE